PUBLICIDADE
Topo

Governador da Lombardia é posto em quarentena por vírus

26/02/2020 19h44

ROMA, 26 FEV (ANSA) - O governador da Lombardia, Attilio Fontana, precisará ficar em quarentena nas próximas duas semanas após uma de suas funcionárias ser diagnosticada com o novo coronavírus, que já deixou ao menos 12 mortos na Itália. "Infelizmente, ela testou positivo para o coronavírus", anunciou Fontana no Facebook, explicando que será posto em isolamento nos próximos dias, apesar de seu exame ter resultado negativo para a doença. "A partir de hoje, algo mudará porque eu também vou seguir as instruções dadas pelo Instituto Superior de Saúde. Então, por duas semanas, vou tentar viver uma espécie de auto-isolamento que, acima de tudo, preserva as pessoas que trabalham comigo", acrescentou. Após a colaboradora, cuja identidade não foi revelada, ser diagnosticada com o novo coronavírus, Fontana passou o dia todo usando máscara de proteção e afirmou que continuará fazendo isso nos próximos dias para evitar que alguém seja infectado por ele, caso esteja com coronavírus também. "Espero que seja necessário por um curto período de tempo, porque estou convencido de que, com o compromisso que assumimos e colocamos todos os cidadãos dentro de alguns dias, seremos capazes de retardar a propagação do vírus e depois pará-lo", finalizou. A região da Lombardia junto com o Vêneto concentram mais de 80% dos contágios. Até o momento, a doença provocou a morte de 12 pessoas e contaminou 424. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias