PUBLICIDADE
Topo

TV Cultura apoia jornalista Vera Magalhães após linchamento virtual

Vera Magalhães, colunista da Joven Pan  - Ronaldo Silva/Futura Press/Folhapress
Vera Magalhães, colunista da Joven Pan Imagem: Ronaldo Silva/Futura Press/Folhapress
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/02/2020 22h12

Após ataques e linchamento virtual, a TV Cultura divulgou na noite de hoje nota de "apoio incondicional" a Vera Magalhães, colunista do jornal O Estado de São Paulo e apresentadora do Roda Viva.

A jornalista foi a primeira a noticiar que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teria compartilhado vídeos no WhatsApp que convocam a população a participar de manifestações em favor do governo e contra o Congresso Nacional, marcadas para 15 de março. Ela, então, passou a ser hostilizada por bolsonaristas e teve até mesmo dados pessoais divulgados nas redes sociais.

"A Fundação Padre Anchieta - Rádio e TV Cultura vem a público apoiar incondicionalmente a jornalista Vera Magalhães", iniciou a emissora, em comunicado.

"Vera, exercendo sua profissão com responsabilidade e dignidade, teve seus dados pessoais expostos através de uma conta falsa de Whatsapp depois de noticiar que o presidente Jair Bolsonaro divulgou vídeo com convocação para ato contra o Congresso Nacional programado para o mês que vem. Vera Magalhães foi alvo de linchamento virtual, o que é veementemente repudiado pela Fundação Padre Anchieta. Uma imprensa livre e responsável é fundamental para a garantia do funcionamento das instituições e da democracia", completou a TV.

Minutos depois, Vera Magalhães agradeceu o apoio. "Muito bom estar em uma instituição democrática. Obrigada, TV Cultura"

Ouça o podcast Baixo Clero, com análises políticas de blogueiros do UOL. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Notícias