PUBLICIDADE
Topo

Dois passageiros do navio no Japão são diagnosticados com Covid-19 na Austrália

Em Sydney

21/02/2020 00h55

Dois cidadãos da Austrália que estavam a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess e foram liberados para voltar para seu país de origem após exames negativos no Japão foram diagnosticados com o novo coronavírus, informaram hoje autoridades de saúde australianas.

"Temos duas pessoas que testaram positivo para o vírus da doença COVID-19. Ambas apresentam sintomas de gravidade moderada", disse Dianne Stephens, chefe interina da Saúde do Território do Norte australiano.

Esses contágios levantam dúvidas sobre o procedimento aplicado pelas autoridades japonesas ao navio Diamond Princess, ancorado no porto de Yokohama e principal foco da epidemia fora da China.

Centenas de pessoas que deram negativo para o novo coronavírus nos exames aos quais foram submetidas tiveram autorização para retornar aos seus países, onde ficaram em quarentena.

No início desta semana, as autoridades japonesas autorizaram o retorno para o norte da Austrália de 164 australianos que estavam na embarcação.

Mas centenas de passageiros japoneses tiveram a permissão de desembarcar e foram orientados apenas a "ficar em casa e sair apenas quando fosse absolutamente necessário", "nunca" usar o transporte público e utilizar uma máscara na rua.

Um total de seis australianos evacuados do Diamond Princess foram examinados novamente na Austrália nesta sexta-feira e dois deles, "uma pessoa mais velha" e "uma mais jovem", deram positivo.

A principal autoridade médica australiana, o professor Brendan Murphy, afirmou que a população não deve se preocupar.

"Esses casos eram esperados e estamos em condições de tratá-los", acrescentou.

Desde de dezembro, quando a epidemia surgiu na China, foram detectados 15 casos do novo coronavírus na Austrália.

Notícias