PUBLICIDADE
Topo

Pelo menos 15 crianças morrem em incêndio em orfanato no Haiti

14/02/2020 19h12

Porto Príncipe, 14 fev (EFE).- Pelo menos 15 crianças morreram em um incêndio em um orfanato em Porto Príncipe dirigido por uma congregação cristã dos Estados Unidos, disseram as autoridades nesta sexta-feira.

Duas crianças foram completamente queimadas em seus quartos quando o incêndio começou, ainda na noite desta quinta, e outras 13 outras morreram de problemas respiratórios no hospital, disse o juiz do Tribunal de Paz da região de Kenscoff, Raymonde Jean Antoine, à imprensa.

"Infelizmente, o hospital Fermathe, onde as vítimas foram internadas, não pôde fazer muito. Mesmo antes de chegarem lá, já estavam em estado grave, a respiração deles estava muito fraca", acrescentou o juiz no orfanato. A causa do incêndio, ao que parece, foi uma vela acesa deixada em uma mesa em um corredor de uma das duas casas que compõem o espaço.

O fogo espalhou-se pelo térreo do edifício, deixando um quarto e outras dependências carbonizados, mas a fumaça também afetou o primeiro andar, onde estavam os restantes quartos das crianças.

O orfanato tem capacidade para 66 crianças e é dirigido há 40 anos pela Igreja da Compreensão da Bíblia, uma congregação cristã com sede na Pensilvânia, nos EUA.

O centro, localizado na área de Fermathe, nas colinas com vista para a região de Pétion-Ville, no sul da capital haitiana, não tinha licença para operar, segundo a diretora do Instituto de Bem-Estar Social, Arielle J. Villedrouin.

De acordo com o Instituto de Previdência Social, a situação é comum, pois apenas 35 orfanatos têm licença de funcionamento, dos 754 existentes no Haiti.

Notícias