PUBLICIDADE
Topo

Depois de polêmica, Guedes justifica fala sobre domésticas na Disney

Paulo Guedes no Seminário da Revista Voto - Wilson Dias/Agência Brasil
Paulo Guedes no Seminário da Revista Voto Imagem: Wilson Dias/Agência Brasil

Rodrigo Viga Gaier

Rio

14/02/2020 15h47

Dois dias após fazer comentários sobre o câmbio que contribuíram para uma alta do dólar, o ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou hoje a abordar o tema em evento empresarial reservado no Rio de Janeiro, disseram três fontes que participaram do encontro.

Segundo uma das fontes, Guedes afirmou que, ao dizer na quarta-feira (12) que o dólar barato no passado permitiu que empregadas domésticas brasileiras viajassem à Disney, falava como alguém "egresso da academia", que gosta de ilustrar as falas com exemplos.

Guedes também afirmou que sua fala anterior, que gerou polêmica, não tinha viés pejorativo e foi tirada de contexto.

Na quarta-feira, em evento no início da noite em Brasília, Guedes afirmou que, em um quadro de dólar a R$ 1,80, as exportações caíam e o país tinha "todo mundo indo para Disneylândia, empregada doméstica indo para Disneylândia".

"Todo mundo tem que ir para Disneylândia conhecer Walt Disney. Mas não ir três, quatro vezes ao ano, até porque, com o dólar a 1,8 (real), tinha gente indo três vezes ao ano. Vai aqui para Foz do Iguaçu, Chapada da Diamantina, conhece um pouco do Brasil, conhece a selva amazônica e, da quarta vez, conhece a Disneylândia", afirmou o ministro.

"Então é só isso que digo. Mudamos o mix", acrescentou, em relação ao cenário atual de real mais desvalorizado e juros em patamar recorde de baixa.

Ontem, o dólar disparou contra o real logo na abertura, com os mercados reagindo à fala do ministro, antes de fechar em baixa após atuação do Banco Central.

Ainda segundos as fontes, Guedes também foi questionado por empresários que participavam do GRI Club Meeting nesta sexta-feira sobre o ritmo de crescimento da economia. O ministro reforçou o compromisso com a agenda de reformas estruturais, privatizações e abertura do mercado de gás.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.

Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.

Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Notícias