PUBLICIDADE
Topo

Dia dos Namorados nos EUA não é tão rentável para restaurantes

Kate Krader

14/02/2020 16h23

(Bloomberg) -- Pode ser praticamente impossível reservar um restaurante para o Valentine's Day, ou o Dia dos Namorados nos Estados Unidos, a menos que você se contente em sentar em um lugar com mesas de fórmica e avaliações questionáveis do Departamento de Saúde.

Mas, na verdade, 14 de fevereiro não é um dia especialmente bom para a maioria dos restaurantes independentes nos EUA.

A data romântica, que caiu numa quinta-feira em 2019, ficou em 94º lugar no ano em gastos de consumidores em restaurantes locais no país, de acordo com Brad Plothow, vice-presidente de marketing e comunicação da Womply, uma empresa de software que fornece gerenciamento de relacionamento com clientes para pequenas empresas. Até o feriado mexicano "Cinco de Mayo" mostrou melhores resultados, tendo ficado em 93º lugar, segundo estudo recente da empresa com 36 mil restaurantes de propriedade independente, com receita anual abaixo de US$ 7,5 milhões.

O Dia dos Namorados nos EUA não dá prejuízo para restaurantes. Em geral, significa um aumento de receita de 30% a 40% em relação ao que seria um dia típico. E é especialmente provável que lugares com reputação de serem românticos ou até mesmo difíceis de conseguir uma reserva - como o Gramercy Tavern, em Nova York - registrem forte movimento. Em Los Angeles, o intimista Maude, do chef estrela Curtis Stone, estava com as reservas completas com semanas de antecedência para todo o fim de semana do Valentine's Day.

Mas uma noite normal de sábado é invariavelmente melhor para os restaurantes do que um Dia dos Namorados que não caia no fim de semana. Os sábados são os dias com maior faturamento para restaurantes locais, gerando uma média de 19,9% da receita semanal. Uma sexta-feira típica à noite é o segundo dia de maior faturamento da semana, respondendo por 18,9%.

De acordo com o estudo da Womply, os dias de maior faturamento do ano são o sábado e o domingo do fim de semana do Dia das Mães, em primeiro e segundo lugar, respectivamente. Em 2019, o terceiro melhor dia foi o sábado do fim de semana do Dia dos Pais.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Notícias