PUBLICIDADE
Topo

Morre estudante chinesa que estava desnutrida e pesava 21 kg

A jovem não tomava café da manhã e se alimentava apenas de um arroz com pimenta que ela mesmo cozinhava - Reprodução/Youtube
A jovem não tomava café da manhã e se alimentava apenas de um arroz com pimenta que ela mesmo cozinhava Imagem: Reprodução/Youtube
do UOL

Do UOL, em São Paulo

14/01/2020 16h40

Uma estudante morreu de desnutrição no sudoeste da China. Ela era tão pobre que não tinha dinheiro para comprar comida, segundo registrou a imprensa internacional.

Wu Huayan, 24 anos, morreu ontem no Hospital da Universidade de Medicina de Guizhou, na cidade de Tongren. A jovem tinha 135 centímetros de altura e pesava apenas 21,6 kg, de acordo com uma declaração do governo municipal de Tongren feita em outubro do ano passado.

Na ocasião, ela chamou a atenção do país quando sua história foi divulgada pela imprensa local.

Os pais de Wu morreram e ela cuidava sozinha do irmão mais novo, sobrevivendo de um subsídio do programa de previdência social de 300 yuan (cerca de R$ 179) por mês. Seu irmão tinha uma doença mental e Wu adotou um estilo de vida extremamente rígido para economizar dinheiro e cuidar dele.

Segundo o governo local, Wu foi internada em outubro, depois que suas pernas ficaram inchadas. Um médico disse que sua válvula cardíaca estava seriamente danificada e que a cirurgia correcional custaria mais de 200.000 yuanes (cerca de R$ 119.000).

"Perdi meu pai e mãe. Meu irmão é minha única família. Não posso perder meu irmão", afirmou ela quando foi entrevistada pela imprensa chinesa.

A jovem não tomava café da manhã e se alimentava apenas de um arroz com pimenta que ela mesmo cozinhava.

Sua morte causou revolta nas redes sociais. Muitos chineses disseram que o país não fez o bastante para salvar a vida de Wu.

Em 2015, o líder chinês Xi Jinping anunciou um plano para erradicar a extrema pobreza no país.

Notícias