PUBLICIDADE
Topo

Veja como ganhar em 2020 com as 10 melhores ações pagadoras de dividendos

Ações - Reprodução/Equipe Trader
Ações Imagem: Reprodução/Equipe Trader
do UOL

João José Oliveira

do UOL, em São Paulo

13/01/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Boas pagadoras de dividendos são empresas que se destacam por distribuir lucros com investidores acionistas
  • Juros baixos e reação da economia vão favorecer ações de empresas boas pagadoras de dividendos
  • Para aplicar nessa estratégia, investidor pode comprar ações diretamente em bolsa ou buscar fundos com esse foco

Os juros baixos e a retomada da economia em 2020 vão favorecer investimentos nas ações das chamadas boas pagadoras de dividendos - empresas que têm a tradição de distribuir lucro aos acionistas de forma regular ao longo dos anos.

Com a taxa básica de juros em 4,5% ao ano, as aplicações mais conservadoras, como Fundos DI não vão conseguir render mais que 4% ao ano, depois de descontado o Imposto de Renda. Assim, as empresas que pagam a investidores dividendos acima desse patamar já se tornam opções para o aplicador com perfil mais conservador, ou aquele interessado em ter um rendimento constante mesmo sem se desfazer do papel.

Segundo profissionais de mercado, empresas boas pagadoras de dividendos pertencem a setores como o financeiro — casos de bancos e seguradoras —, de serviços públicos, como companhias elétricas e de saneamento, ou de construção. "São empresas mais maduras, que já estão consolidadas no setor, com um histórico longo e fluxo de caixa mais previsível", disse o analista da Socopa, Nikola Takeo.

Para Takeo, o cenário em 2020 para as pagadoras de dividendos é positivo porque os lucros este ano devem ser maiores que em 2019. "Além dos juros baixos, que reduzem custos de dívidas e dos investimentos, as empresas cortaram despesas durante os anos de recessão e hoje estão mais eficientes", afirmou.

Lista top 10 para 2020

A empresa de informações financeiras Economatica listou as empresas com maior potencial de pagamento de dividendos em 2020, levando em conta alguns critérios. Veja abaixo as dez ações mais bem colocadas.

Como investir

Para investir em boas pagadoras de dividendos, o aplicador comprar papeis diretamente na Bolsa. Para isso, ele deve abrir conta em corretora e solicitar as negociações. Outra opção é procurar fundos de investimento de ações que apostam nesse tipo de estratégia.

Em 2019, por exemplo, a carteira que teve o melhor desempenho com essa estratégia foi o XP Dividendos FIA, com valorização de 53,14%, segundo o ranking da Economatica, que considerou os fundos com mais de 50 cotistas.

O gestor de renda variável da XP Investimentos, Marcos Peixoto, disse que a estratégia é buscar empresas que sejam previsíveis em termos de resultados, que sejam resilientes, ou seja, não sofram muito com o cenário macroeconômico, caso o PIB suba ou caia muito, e que também sejam boas geradoras de caixa. "Por consequência, esse perfil de empresa acaba sendo uma boa pagadora de dividendos", afirmou.

Segundo Peixoto, o cenário para 2020 é positivo. "Mesmo que os juros não caiam mais, ainda há espaço para a transmissão dessa taxa para o mercado de capitais" disse o gestor da XP.

O analista da XP lembra que por ser uma estratégia mais conservadora, o lado negativo dessa escolha é que o ganho pode ser menor quando a Bolsa tem uma valorização mais brusca.

Calculando o rendimento

O rendimento gerado por um dividendo é calculado pela relação entre o valor aplicado e o lucro distribuído pela empresa. Por exemplo, se a pessoa aplicou R$ 100 numa ação e, após um ano, recebeu R$ 5,00 de dividendos, o ganho obtido foi de 5%. Por isso, quanto maior o lucro, melhor.

A lei determina que uma companhia com ações em bolsa deve distribuir aos seus acionistas pelo menos 25% dos ganhos. Esse valor pode ser pago a cada mês, trimestre, semestre, ou anualmente, dependendo da política da empresa. As boas pagadoras sempre distribuem mais que o mínimo determinado pela lei.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Três dicas eficientes para economizar e investir

UOL Notícias

Notícias