PUBLICIDADE
Topo

Ex-presidente sudanês Bashir condenado a dois anos de prisão domiciliar por corrupção

14/12/2019 18h17

Cartum, 14 dez 2019 (AFP) - O ex-presidente sudanês Omar al-Bashir foi condenado neste sábado por um tribunal de Cartum a dois anos de prisão domiciliar por corrupção, depois de ter sido deposto em abril por um movimento de protesto e posteriormente detido.

Bashir, 75 anos, que governou o país durante 30 anos com mão de ferro, foi julgado por um tribunal especial por posse ilegal e uso fraudulento de fundos estrangeiros, concretamente da Arábia Saudita.

abs-emp/feb/bl/es/fp

Notícias