PUBLICIDADE
Topo

Boca de urna indica ampla vitória dos conservadores na eleição do Reino Unido

12/12/2019 19h54

Pesquisa aponta que partido do primeiro-ministro Boris Johnson ficaria com 368 assentos no Parlamento, contra 191 dos trabalhistas liderados por Jeremy Corbyn; se confirmado, resultado será o mais expressivo em décadas para os conservadores.

* Última atualização às 23h13 de 12/12/2019

Os conservadores estão perto de obter uma ampla maioria no Parlamento britânico na eleição que está sendo apurada neste momento, segundo uma pesquisa de boca de urna encomendada pela BBC, ITV e Sky News.

A sondagem indica que os conservadores terão 368 cadeiras no parlamento, acima do necessário para configurar maioria (326 assentos) e 50 a mais do que na eleição de 2017. Já os trabalhistas aparecem com 191 assentos.

Caso os números se confirmem, será uma vitória expressiva para o primeiro-ministro conservador, Boris Johnson, contra o líder dos trabalhistas, Jeremy Corbyn. Também seria a maior vitória dos conservadores desde 1987 e a pior derrota dos trabalhistas desde 1935.

"Uma maioria conservadora significará que o Brexit acontecerá ? e que o Reino Unido provavelmente sairá da União Europeia no próximo mês", explica Nick Eardley, repórter de política da BBC.

"Boris Johnson terá muito mais poder para aprovar um acordo comercial futuro no Parlamento, também", completa.

Na boca de urna, outros partidos aparecem ocupando o restante das cadeiras não tomadas pelos conservadores e trabalhistas: 55 assentos com o Partido Nacional Escocês (SNP); 13 com os liberais democratas; três com o Partido do País de Gales; um com o Partido Verde; e nenhum com o Partido do Brexit.

A perspectiva para o Partido Nacional Escocês tem surpreendido, fazendo com que seus próprios representantes estejam adotando cautela para comemorar o que vem indicando a boca de urna, diz Sarah Smith, editora voltada para a cobertura sobre a Escócia na BBC.

O desempenho do SNP é importante porque pode retratar como a Escócia e o restante do Reino Unido estão "indo para direções totalmente diferentes", aponta a editora. O partido convocou votos dos escoceses prometendo um novo referendo sobre a independência.

Espera-se que os primeiros resultados consolidados saiam à meia-noite em Londres (cerca de 21h em Brasília); já a contagem final deve vir na hora do almoço da sexta-feira no país europeu.

Na boca de urna, eleitores preenchem uma ficha indicando seu voto na saída do local de votação. A pesquisa encomendada foi conduzida pela Ipsos Mori em 144 locais, com 22.790 entrevistas.


Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=dXVCDAS3ucc

https://www.youtube.com/watch?v=4gLqye-PtPc

https://www.youtube.com/watch?v=GVH_czjlTUA

Notícias