PUBLICIDADE
Topo

Morre ex-atleta do Vasco que atuou pelo clube entre os anos 50 e 60

05/12/2019 19h57

Morreu na madrugada de hoje (5) no Hospital Municipal de Porto Real, no estado do Rio de Janeiro, aos 84 anos, o lateral esquerdo pelo Clube de Regatas Vasco da Gama, Coronel, que atuou no clube de 1952 a 1964.

Antônio Evanil da Silva, seu nome de batismo, passou por uma endoscopia na quinta-feira passada (30), e com a saúde debilitada não resistiu, morrendo às 3h40 da madrugada de hoje. O ex-atleta, como muitos jogadores dos anos 50 e 60. não conseguiu guardar dinheiro para a aposentadoria e recebia um salário-mínimo de benefício do INSS.

Ele morava na cidade de Quatis, vizinha a Porto Real, com uma sobrinha que cuidava do tio que já apresentava sinais de Alzeheimer. O corpo do ex-atleta é velado na Câmara Municipal de Quatis e o enterro será amanhã (6), às 9h, no cemitério da cidade.

Na página oficial do Vasco, foi comunicada a morte do ex-jogador. "Com profundo pesar, comunicamos o falecimento de Coronel (Antônio Evanil da Silva), um dos maiores ídolos do CR Vasco da Gama. Multicampeão pelo Vasco, Coronel notabilizou-se pela regularidade em campo, pelo elevado senso de profissionalismo e pela lealdade na marcação de grandes pontas-direitas do futebol nacional e internacional. Descanse em paz, Super-super campeão!". O clube ainda agradeceu sua atuação no Twitter.

Pelo clube de São Januário, foi campeão carioca nos anos de 1956 e 1958 e convocado para a Seleção Brasileira em 1955 e 1964. Atuou pelo Vasco como lateral esquerdo, numa época em que brilhava pelo Botafogo Futebol e Regatas, o ponta direita Mané Garrincha, com quem Coronel travou diversos duelos nas competições do campeonato carioca.

Depois de deixar o Vasco, Coronel atuou pela Ferroviária e Nacional, clubes de São Paulo, e encerrou a carreira no Union Magdalena, da Colômbia, onde atuou entre 1967 e 1971.

Notícias