Topo

Tufão deixa dois mortos nas Filipinas

03/12/2019 10h49

Manila, 3 dez 2019 (AFP) - Duas pessoas morreram nas Filipinas nesta terça-feira (3) na passagem do tufão Kammuri, que, com chuvas intensas e ventos de 150 km/h, provocou a saída de milhares de pessoas de suas casas e o fechamento do aeroporto internacional de Manila.

Dois homens faleceram na ilha de Mindoro, ao sul da capital, informou a polícia.

O tufão atingiu o arquipélago na segunda-feira à noite (2), a partir de Sorgoson, sul de Luzon, a maior ilha das Filipinas, onde vivem 49 milhões de pessoas.

A ilha de Mindoro, onde o centro do tufão estava nesta terça-feira, tem 13 milhões de habitantes e recebe milhares de atletas para os Jogos do Sudeste Asiático, evento que foi obrigado a cancelar algumas das competições.

A princípio, o tufão deve deixar o país nesta quarta-feira (4), pela região noroeste.

"Muitas árvores caíram, telhados voaram", afirmou Junie Castillo, especialista em catástrofes naturais em uma das primeiras regiões afetadas.

"Ainda temos que calcular o valor dos danos", completou.

Quase 340.000 pessoas foram obrigadas a abandonar suas casas na região central de Bicol, informaram os serviços de emergência. Milhares estão refugiadas desde domingo em escolas e ginásios esportivos.

Em algumas cidades, as escolas permaneceram fechadas, e as empresas liberaram os funcionários na segunda-feira e terça-feira.

O serviço meteorológico advertiu que podem acontecer deslizamentos de terra e ondas de até três metros de altura nas regiões costeiras mais afetadas.

Os fortes ventos provocaram o fechamento do aeroporto internacional Ninoy Aquino de Manila durante a manhã.

As autoridades esperam reabrir o local à noite, caso as condições meteorológicas permitam. Quase 500 voos foram cancelados.

Cerca de 20 tempestades e tufões, em média, atingem as Filipinas a cada ano, o que provoca centenas de mortes e obriga o deslocamento de milhares de pessoas nas áreas mais vulneráveis.

A tempestade mais letal que atingiu o país foi o supertufão Haiyan, que deixou mais de 7.300 mortos e desaparecidos em 2013.

O tufão Kammuri também afetou o programa dos Jogos do Sudeste Asiático, que começaram no sábado.

O evento deve prosseguir até 11 de dezembro em três cidades de Luzon (Clark, Manila e Subic) com 56 modalidades esportivas.

Até o momento, a competição de windsurfe foi suspensa por precaução, e o triatlo, antecipado.

O diretor de organização dos Jogos, Ramon Suzara, citou planos alternativos, mas não acredita que a competição deva passar do período previsto.

Ao todo, 8.750 atletas e membros de delegações participam dos Jogos, além de 12.000 voluntários.

Notícias