Topo

Índices da China fecham em alta com suporte de ações de consumo e financeiras

03/12/2019 07h30

XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China reverteram o curso e terminaram em alta nesta terça-feira, liderados por ganhos nos papéis de consumo e financeiros, com os investidores buscando empresas de baixa valorização após dados favoráveis recentes sobre a indústria.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,39%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,31%.

O índice de Xangai chegou a atingir no início do dia a mínima em mais de três meses, uma vez que as mais recentes tarifas dos EUA ampliaram o nervosismo sobre as perspectivas para a "fase um" de um acordo comercial entre China e EUA.

O que ajudou a recuperar as perdas foram as movimentações de ações de consumo discricionário e financeiras, com a Gree Electric avançando 5,4%.

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,64%, a 23.379 pontos.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,20%, a 26.391 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,31%, a 2.884 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,39%, a 3.851 pontos.

Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,38%, a 2.084 pontos.

Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 0,25%, a 11.531 pontos.

Em Singapura, o índice Straits Times desvalorizou-se 0,47%, a 3.173 pontos.

Em Sydney o índice S&P/ASX 200 recuou 2,19%, a 6.712 pontos.

Notícias