Topo

Ativista sueca Greta Thunberg chega de veleiro a Lisboa para a COP25

03/12/2019 14h48

Greta Thunberg, ativista sueca que se tornou símbolo de defesa do meio ambiente, desembarcou nesta terça-feira (3), em Lisboa, depois de cruzar o Atlântico a bordo de um veleiro para participar na COP25, em Madri.

Greta Thunberg, ativista sueca que se tornou símbolo de defesa do meio ambiente, desembarcou nesta terça-feira (3), em Lisboa, depois de cruzar o Atlântico a bordo de um veleiro para participar na COP25, em Madri.

Após 20 dias no mar, "La Vagabonde", o catamarã de 14 metros de comprimento em que viajou Greta Thunberg, atracou em uma doca na capital portuguesa, onde foi recebida por dezenas de ativistas.

A sueca de 16 anos, que evita viajar de avião para limitar sua pegada de carbono, participará de uma cerimônia de recepção na presença do prefeito de Lisboa, Fernando Medina.

De acordo com um de seus porta-vozes, a ativista ainda não decidiu quando vai deixar Portugal para viajar a Madri para o evento sobre o clima. Uma possibilidade seria utilizar o trem noturno que liga as duas capitais.

Cúpula da ONU

Greta Thunberg atravessou o Atlântico de barco pela primeira vez para participar da reunião de cúpula do clima da ONU, em setembro, em Nova York. Da cidade norte-americana, ela planejava viajar para o Chile, país que receberia a COP25, mas que desistiu de sediar o evento após a onda onda de protestos em Santiago, o que provocou a mudança para a Espanha.

A sueca deixou a cidade de Hampton, na Virgínia (EUA), em 13 de novembro. A COP25, que começou na segunda-feira (2), reúne representantes de quase 200 países signatários do Acordo de Paris sobre o clima.

Greta Thunberg ganhou fama ao iniciar, em agosto de 2018, as "greves pelo clima", iniciativa que foi imitada por milhões de estudantes de todo o mundo.

Notícias