Topo

Mercado ajusta projeções e eleva inflação este ano e PIB em 2020

dinheiro, nota real, reais, dólar, câmbio, consumo, investimentos, salário, pib, finanças pessoais, emprego, salário - Ilton Rogerio/iStockphoto
dinheiro, nota real, reais, dólar, câmbio, consumo, investimentos, salário, pib, finanças pessoais, emprego, salário Imagem: Ilton Rogerio/iStockphoto

Em São Paulo

02/12/2019 09h10

O mercado ajustou as expectativas para a economia brasileira na pesquisa Focus divulgada pelo Banco Central hoje, vendo inflação mais alta neste ano e atividade melhor em 2020.

A expectativa para a alta do IPCA neste ano subiu a 3,52%, de 3,46% previstos antes. Para 2020, permanece a conta de inflação de 3,60%.

O centro da meta oficial de 2019 é de 4,25 por cento e, de 2020, de 4 por cento, ambos com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Para o Produto Interno Bruto (PIB), a estimativa de crescimento em 2019 continua em 0,99%, mas para 2020 subiu ligeiramente a 2,22% — 0,02 ponto percentual a mais do que no levantamento anterior, apesar da expectativa para a produção industrial ter enfraquecido para o ano que vem, com crescimento esperado de 2,20% ante 2,30% antes.

A pesquisa semanal com uma centena de economistas mostrou ainda que a taxa básica de juros deve terminar tanto este ano quanto o próximo em 4,50%, enquanto O Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, continua vendo a taxa básica de juros respectivamente em 4,50% e 4,00%.

O BC reduziu em outubro a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, a 5% ao ano, e indicou com clareza que deverá repetir a dose em sua próxima decisão, em meio a um quadro de fraqueza na economia e baixa inflação.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Aposentado que trabalha pode sacar FGTS todo mês?

UOL Notícias

Notícias