Topo

Novo tiroteiro deixa vários feridos em escola perto de Los Angeles

14/11/2019 14h47

A polícia da Califórnia busca um homem armado nesta quinta-feira (14) depois de um tiroteio ocorrido em uma escola de Ensino Médio no norte de Los Angeles, com "vários feridos" confirmados.

A polícia da Califórnia busca um homem armado nesta quinta-feira (14) depois de um tiroteio ocorrido em uma escola de Ensino Médio no norte de Los Angeles, com "vários feridos" confirmados.

"Esta é uma situação típica de atiradores. O suspeito é descrito como um homem asiático usando roupas pretas", tuitou o departamento do xerife local, enquanto a polícia vasculhava a área em Santa Clarita, 40 quilômetros ao norte de Los Angeles.

"Existem vários feridos neste tiroteio na escola Saugus", tuitou, por sua vez, a prefeitura de Santa Clarita. Os números provisórios de feridos divulgados pelas autoridades e pela imprensa local oscilam entre três e sete pessoas.

Em entrevista ao canal de notícias local da NBC, o porta-voz da polícia, Bob Boese, disse que havia pelo menos três pessoas alvejadas pelo atirador. Ele alertou, porém, que não está claro se todas as vítimas foram localizadas.

"Nossos policiais estão fazendo uma busca sistemática no campus, ainda procurando o suspeito", relatou Boese. Ele disse também que uma arma já foi recuperada. Ainda não há informações oficiais sobre a condição das vítimas.

Estudantes com as mãos levantadas

Um vídeo aéreo de uma TV afiliada da NBC mostrou estudantes com as mãos levantadas sendo escoltados por policiais do prédio e levados para uma igreja próxima, enquanto outros estavam do lado de fora do perímetro, usando seus telefones celulares.

Vários estabelecimentos próximos foram fechados por medida de segurança. Pelo menos três ambulâncias estavam no campus da escola, em frente a uma área residencial, junto com dezenas de viaturas.

O departamento do xerife de Santa Clarita Valley alertou os moradores para ficarem afastados da área. "Se você mora no bairro perto da Saugus High, feche as portas e fique dentro de casa", tuitou.

Nos últimos anos, os Estados Unidos foram palco de inúmeros tiroteios em instituições educacionais que abalaram a opinião pública e reavivaram o debate sobre posse de armas de fogo no país.

Notícias