Topo

Estudante abre fogo em escola na Califórnia

14/11/2019 18h01

Aluno de 16 anos disparou contra colegas em colégio de ensino médio em Santa Clarita, deixando ao menos dois mortos e três feridos. Após atirar contra a própria cabeça, suspeito está em estado grave no hospital.Ao menos duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas depois que um aluno abriu fogo nesta quinta-feira (14/11) numa escola secundária no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, causando pânico entre estudantes e funcionários. Segundo autoridades, o suspeito também está ferido.

Imagens de TV mostraram policiais invadindo a escola e várias pessoas sendo retiradas em macas. Em filas, alunos eram escoltados para fora da escola por policiais armados.

O ataque aconteceu na Saugus High School, em Santa Clarita, 80 quilômetros ao norte de Los Angeles, por volta das 7h30 desta quinta-feira (hora local).

Ao menos seis pessoas foram levadas a hospitais com ferimentos de bala, incluindo o autor do crime, informaram autoridades policiais. Ele atirou contra si próprio após atacar outros alunos, e está em estado grave.

"O suspeito está sob custódia e sendo tratado num hospital local", afirmou Alex Villanueva, xerife do condado de Los Angeles, pelo Twitter.

Dois dos feridos, uma estudante de 16 anos e um aluno de 14, não resistiram aos ferimentos e morreram. Os outros três estudantes levados a hospitais são duas garotas, de 14 e 15 anos, e um rapaz de 14 anos.

Segundo autoridades do condado de Los Angeles, onde se situa a cidade de Santa Clarita, o suspeito foi identificado como um garoto de 16 anos, aluno da Saugus High School.

Ele usou uma pistola semiautomática de calibre 45 que estava escondida em sua mochila. Após atirar contra colegas, o garoto virou a arma para si e disparou contra a própria cabeça usando a última bala, segundo informou a polícia após rever o vídeo da cena.

"Neste momento, não temos indicações de qualquer motivação ou ideologia", disse o agente do FBI Paul Delacourt a repórteres. O nome do suspeito não foi divulgado, mas ele estaria aniversariando nesta quinta-feira.

"Muito medo"

"Eu estava com muito, muito medo. Eu estava tremendo", disse uma aluna à emissora NBC, acrescentando que viu uma pessoa no chão coberta de sangue.

A aluna disse que estava fazendo seu dever quando as pessoas começaram a correr. Ela então se escondeu debaixo de uma mesa até a polícia entrar no prédio da escola.

A mãe de um aluno falou com a NBC quando seu filho ainda estava dentro do colégio, mas já havia mandado uma mensagem dizendo que estava bem. "Um dos professores disse: 'Existe um atirador ativo. Eu ouvi tiros e vi três crianças serem feridas'", relatou a mãe.

Cerca de 2.300 alunos frequentam a Saugus High School, que abrange mais de uma dezena de edifícios. Tanto o colégio como outras escolas da área foram fechadas.

O incidente marca mais um ataque numa escola dos Estados Unidos, onde nos últimos anos repetidos massacres intensificaram o debate sobre o controle de armas de fogo e o direito constitucional dos cidadãos de mantê-las e portá-las.

CA/lusa/afp/rtr/ap

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube
| App | Instagram | Newsletter

Notícias