Topo

Economia dos EUA não dá sinais de perigo, diz presidente do Fed

14/11/2019 17h39

Washington, 14 Nov 2019 (AFP) - A economia dos Estados Unidos se destaca a nível mundial nesses dias e não dá nenhum sinal dos problemas que antecederam outras recessões, pelo menos não ainda, disse nesta quinta-feira o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell.

Num dia em que Alemanha e China relataram crescimento no último trimestre de apenas 0,1%, Powell disse que "a economia dos Estados Unidos é a maior economia hoje em dia", com expansão de cerca de 2%.

E "não há nenhum motivo para pensar que isso não possa continuar", disse ao Comitê de Orçamento da Câmara dos Representantes.

Powell apontou que embora o setor industrial americano esteja em recessão, em parte devido às persistentes tensões comerciais, o consumidor se mantém forte.

O gasto do consumidor representa 70% da economia dos Estados Unidos e isso se manteve saudável, já que os salários tiveram um leve aumento e o desemprego está em níveis mínimos em 50 anos, disse.

"Isso é o que estimula a economia", disse Powell. Mas acrescentou que o Fed está monitorando "com muito cuidado" para ver se o impacto tarifário se estende para afetar os consumidores.

hs/dg/gv/mls/ll/cc

Notícias