Topo

Pelo menos oito pessoas morrem em frente fria recorde nos EUA

Homem enfrenta frio em Chicago, nos Estados Unidos - Reuters/Kamil Krzaczynski
Homem enfrenta frio em Chicago, nos Estados Unidos Imagem: Reuters/Kamil Krzaczynski
do UOL

Do UOL, em São Paulo

13/11/2019 19h27

Pelo menos oito pessoas já morreram por conta de uma onda de frio que tomou os Estados Unidos nos últimos dias. Ao todo, mais de 150 temperaturas negativas inéditas foram registradas do Texas ao Maine, especialmente em regiões que apresentaram calor nos dias anteriores. Segundo o Serviço Nacional de Clima, a frente fria trouxe um nível de intensidade que não foi vista por mais de 100 anos.

Em Ohio, um caminhoneiro perdeu o controle do seu veículo e acabou acertando uma ambulância estacionada, matando o motorista. No mesmo estado, um acidente por conta da baixa visibilidade na pista vitimou uma mulher.

Outro homem morreu ontem em um incidente relacionado ao clima no condado de Van Buren, no Michigan. Ele ficou preso embaixo de um equipamento pesado que usava para limpar a neve de sua propriedade, de acordo com o escritório do xerife local e a Associated Press.

Nesta semana ainda, um homem de 80 anos de idade, no Condado de Cook, Illinois, morreu de exposição ao frio como resultado de doença cardiovascular hipertensiva e arteriosclerótica, segundo o médico legista local.

As condições da estrada foram responsabilizadas por pelo menos quatro mortes na segunda-feira.

Um homem de 57 anos e duas mulheres, com idades entre 64 e 81 anos, morreram em um acidente de carro fora de Lansing, Michigan, e uma menina de 8 anos foi morta e outras três pessoas ficaram feridas em uma colisão frontal ao sul de Kansas City, Kansas, disseram as autoridades.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi escrito na primeira versão do texto, as temperaturas não caíram cerca de 20 ou 30 graus. O erro foi corrigido.

Notícias