Topo

Joice Hasselmann sobre saída de Bolsonaro do PSL: "Que xiitas saiam juntos"

Joice Hasselmann (PSL-SP), deputada federal eleita, e o presidente Jair Bolsonaro - Reprodução/Twitters
Joice Hasselmann (PSL-SP), deputada federal eleita, e o presidente Jair Bolsonaro Imagem: Reprodução/Twitters
do UOL

Do UOL, em São Paulo

12/11/2019 18h36

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou na tarde de hoje que a saída de Jair Bolsonaro do PSL foi a "melhor decisão para ambos" e pediu ainda que "os xiitas saiam juntos", em referência aos filhos do presidente, Carlos, Flávio e Eduardo Bolsonaro.

"As lambanças do Palácio, dos filhos e do próprio PR conseguiram o impossível: dividir o único partido que era 100% do governo. Seguimos lutando pelo Brasil. Que os xiitas saiam juntos e deixem os adultos trabalharem", escreveu ela, no Twitter.

Em seguida, Eduardo respondeu à provocação de Joice. "Falou 'a Bolsonaro de saias', a mais filha que os filhos", disse ele, em meio a risos.

A deputada não deixou barato. Em resposta a Eduardo, Joice disse que Bolsonaro trocou o país para "comprar a embaixada e/ou a liderança [do PSL] para o fritador de burguer (sic)" e disse ao deputado que comprasse uma "camisa de força".

Ex-líder do governo Bolsonaro, Joice Hasselmann foi retirada em outubro de sua função no Congresso Nacional pelo próprio presidente Bolsonaro.

A situação da parlamentar teria ficado comprometida depois de assinar uma lista de apoio à permanência do deputado delegado Waldir na liderança do PSL na Câmara. O desejo do presidente Bolsonaro é que a posição fosse assumida por seu filho Eduardo.

Depois do episódio, Joice Hasselmann passou a trocar acusações públicas contra os três filhos de Bolsonaro, mas principalmente com Eduardo.

Saída de Bolsonaro do PSL

Jair Bolsonaro anunciou hoje a saída dele do PSL e confirmou a ida ao partido Aliança pelo Brasil, ainda a ser criado, segundo parlamentares do PSL após reunião no Palácio do Planalto.

A reunião serviu para oficializar a decisão de sair do PSL aos aliados e discutir os meios da criação da nova sigla. Bolsonaro ainda não formalizou a desfiliação do PSL. Após se desfiliar, ele deve ficar sem partido até a criação do Aliança pelo Brasil.

"A gente acabou de sair da reunião com o presidente, na qual ele anunciou a saída dele do PSL. E ele vai para um novo partido que vai se chamar Aliança pelo Brasil", declarou a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF).

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) disse que a expectativa é que cerca de 30 parlamentares do PSL migrem para a nova sigla junto com Bolsonaro. Nomes ainda não estão definidos. O Aliança pelo Brasil também está aberto para abrigar políticos atualmente em outros partidos, falou.

Eduardo ainda não saiu

O deputado Eduardo Bolsonaro, que ainda é político do PSL, divulgou hoje à noite no Twitter o símbolo oficial do Aliança pelo Brasil, novo partido de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro.

"Consolidando o novo rumo brasileiro e libertando definitivamente a pátria da destruição de valores cristãos e morais, anunciamos a criação do partido Aliança Pelo Brasil. Com base sólida conservadora faremos do tsunami de 2018 uma onda permanente", escreveu no tweet o deputado, já se pronunciando como um integrante do novo partido.

Notícias