Topo

Maduro comemora soltura de Lula: "Um grande líder mundial"

08/11/2019 19h35

Caracas, 8 nov (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, comemorou nesta sexta-feira a saída de Luiz Inácio Lula da Silva da prisão, classificando o ex-mandatário brasileiro como um "líder humanista, antineoliberal e mundial".

"O povo venezuelano está feliz e saúda a libertação de Lula. Compartilhamos este momento de felicidade", disse Maduro em ato de governo, que foi transmitido de forma obrigatória por todas as estações de rádio e televisão da Venezuela, enquanto os telespectadores assistiam a imagens da saída de Lula da prisão.

Sorridente, Maduro aplaudiu e gritou várias vezes "viva Lula" no palácio presidencial de Miraflores.

"A América do Sul está se mexendo, uma nova onda de povos livres se levanta. O importante é ter povos mobilizados", comentou Maduro, após se referir a Lula como "grande companheiro e irmão" do falecido presidente venezuelano Hugo Chávez, que governou entre 1999 e 2013.

O juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Criminal de Curitiba, autorizou a soltura de Lula um dia após o Supremo Tribunal Federal anular uma jurisprudência de 2016 que permitia a execução da pena de prisão após a confirmação em segunda instância, mesmo que ainda restassem recursos em instâncias superiores.

Lula, 74 anos, saiu às 17h41 (horário de Brasília) da cela onde, desde 7 de abril de 2018, cumpria pena de oito anos e dez meses por por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo 'caso triplex'. O ex-presidente brasileiro recorrerá em liberdade.

"Precisava resistir para lutar contra o lado podre do Estado, da Policía Federal, do Ministério Público, da Justiça. Trabalharam para criminalizar a esquerda, Lula e o Partido dos Trabalhadores", afirmou Lula, emocionado, em discurso para apoiadores que o receberam fora da sede da Superintendência da Polícia Federal. EFE

Notícias