Topo

Ex-prefeito de NY cogita se candidatar à Presidência dos EUA

08/11/2019 12h24

ROMA, 08 NOV (ANSA) - O ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg está "considerando seriamente" a possibilidade de enfrentar a corrida pela Casa Branca e desafiar o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.   

Embora o magnata ainda não tenha decidido 100% se deve ou não entrar na disputa, o jornal "The New York Times" revelou que Bloomberg deverá apresentar a documentação necessária para disputar a primária presidencial democrata nas próximas horas, no estado do Alabama.   

Já de acordo com o diário "New York Post", na opinião de Bloomberg, o pré-candidato democrata à Presidência, Joe Biden, é "fraco", enquanto Bernie Sanders e Elizabeth Warren "não podem vencer".   

"Mike está ficando preocupado com o fato de que os candidatos [democratas] não estão bem posicionados para vencer Trump. Se Mike concorrer, daria uma nova escolha aos democratas, baseada em passado único, o de comandar a maior cidade dos EUA, construir um negócio do nada e enfrentar alguns dos maiores desafios dos EUA como um filantropo", afirmou o porta-voz do magnata de 77 anos, Howard Wolfson.   

A senadora Warren, que é uma das favoritas para a indicação, é um dos principais alvos de Bloomberg. Fontes próximas do magnata dizem que o ex-prefeito está convencido de que Trump será reeleito se a pré-candidata for a escolhida para desafiar o atual chefe de Estado norte-americano.   

A participação de Bloomberg seria um terremoto para a corrida dos democratas pela Casa Branca, já fortemente marcada por investigações sobre um possível impeachment de Trump.   

Wolfson ainda declarou que Bloomberg vê Trump como uma "ameaça sem precedentes ao país".   

Com uma fortuna estimanda em US$ 53,4 bilhões, Bloomberg teria condição de financiar a própria campanha. O magnata serviu como prefeito de Nova York entre 2002 e 2013.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias