Topo

EUA pede a forças sírias e russas fim de ataques que matam civis

08/11/2019 19h56

Washington, 8 Nov 2019 (AFP) - Os Estados Unidos pediram nesta sexta-feira ao governo sírio e a seus aliados russos que detenham os ataques aéreos no noroeste da Síria, nos quais se repetem as mortes de civis.

O corpo de uma menina com a garganta ensanguentada foi resgatado nesta quarta-feira na localidade de Al Sahaara, no enclave jihadista de Idlib, testemunhou um jornalista da AFP.

O departamento de Estado disse que os ataques contra a região nos últimos dias atingiram uma escola e um hospital infantil, matando 12 pessoas.

"Os últimos incidentes refletem um padrão documentado de ataques contra civis e infraestruturas por parte das forças russas e sírias", disse Morgan Ortagus, porta-voz do departamento de Estado.

"Exortamos a Rússia e o regime de (Bashar al) Assad a resolver este conflito através do processo político facilitado pelas Nações Unidas e deter a guerra nas zonas civis".

O presidente Bashar al Assad lançou em abril uma devastadora ofensiva em Idlib, região onde vivem três milhões de pessoas sob o controle de forças sírias antes ligadas à Al-Qaeda.

A violência ocorre em meio a conversações em Genebra sobre a modificação da Constituição síria para abrir caminho ao fim da guerra civil, que já matou mais de 370 mil pessoas desde 2011.

Notícias