Topo

Cuba comemora a liberdade de Lula após 'injusta prisão'

08/11/2019 21h35

Havana, 9 Nov 2019 (AFP) - Cuba "comemora" a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que saiu nesta sexta-feira (8) da prisão após "580 dias de injusta prisão", declarou o Ministério das Relações Exteriores da ilha.

"O povo de Cuba celebra a liberdade de Lula, após 580 dias de injusta prisão. #LulaLivre", tuitou a chancelaria cubana, enquanto o jornal oficial Granma destacou que, ao deixar a prisão, o líder histórico da esquerda "agradeceu a todas as pessoas que lutaram por sua liberdade".

O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, destacou que a soltura do ex-presidente (2003-2010), que deixou a prisão após se beneficiar de uma decisão do Supremo Tribunal Federal, "é um avanço, mas a luta por sua libertação deverá continuar até que se faça justiça".

"Lula é inocente, vítima de uma feroz perseguição política", acrescentou Rodríguez no Twitter.

O jornal Granma, do governista Partido Comunista (PCC, único) publicou duas fotos nas quais Lula ergue o punho direito em comemoração à liberdade.

rd/lda/mvv

Notícias