Topo

Lewis Hamilton: hexa na Fórmula 1, piloto também tem garagem de campeão

do UOL

Do UOL, em São Paulo

06/11/2019 04h00

O piloto britânico Lewis Hamilton, que conquistou o hexacampeonato mundial de Fórmula 1 após chegar na segunda colocação no Grande Prêmio dos Estados Unidos no último domingo (3), também gosta de acelerar forte quando não está na pista em sua Mercedes.

Candidato fortíssimo a igualar o recorde de títulos do alemão Michael Schumacher, sete vezes vencedor do Mundial de Fórmula 1, Hamilton também tem uma garagem de campeão. E não esconde de ninguém.

O ídolo das pistas já apareceu com verdadeiras relíquias e, sempre que possível, faz postagens ao lado dos carrões em suas redes sociais.

Hamilton, inclusive, não tem apenas superesportivos da Mercedes, sua equipe na F-1. Até um modelo de Ferrari, grande rival das pistas, faz parte de sua coleção. Confira os carrões do mais novo hexacampeão da Fórmula 1.

Ferrari LaFerrari

Happy Sunday World. Who wants to come for a ride with me?

Uma publicação compartilhada por Lewis Hamilton (@lewishamilton) em

Vamos abrir a coleção milionária de Hamilton justamente com o modelo que é fabricado pela maior adversária do inglês nas pistas: a Ferrari.

Hamilton é um dos 499 felizes proprietários de um modelo produzido em edição limitada pela montadora italiana - na verdade ele tem duas desse modelo, sendo uma conversível e outra "normal".

Recentemente, no dia 9 de outubro, ele convidou seus 13,4 milhões de seguidores no Instagram para "dar uma voltinha" em sua LaFerrari, comprada em 2015.

A supermáquina é híbrida, custa aproximadamente R$ 5 milhões e é equipada com um motor de 963 cavalos (800 + 163 da propulsão elétrica), que a faz acelerar de 0 a 100 km/h em aproximadamente 3 segundos.

Pagani Zonda 760

This ain?t that...

Uma publicação compartilhada por Lewis Hamilton (@lewishamilton) em

Lewis Hamilton curte mesmo um carro que é produzido em edição limitada. O Pagani Zonda do hexacampeão teve apenas 13 exemplares montados pela fabricante de Horacio Pagani.

O esportivo conta com motor V12, 7.3 de 750 cavalos, que chega do 0 aos 100 km/h em apenas 2,6 segundos.

Custou ao britânico 'modestos' 2 milhões de euros - cerca de R$ 8,9 milhões na cotação atual da moeda estrangeira.

McLaren P1

Throwback @spinzbeatsinc #p1LH

Uma publicação compartilhada por Lewis Hamilton (@lewishamilton) em

Comprada em 2015, mesmo ano em que adquiriu sua Ferrari, a McLaren P1 de Lewis Hamilton também é híbrida e, somadas as potências dos motores elétrico e à combustão, alcança 916 cavalos de potência.

A P1 de Lewis Hamilton, avaliada em R$ 8,8 milhões, pesa aproximadamente 1.400 quilos, tem motor 3.8 V8 biturbo e acelera de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos, podendo alcançar velocidade máxima de 320 km/h.

Ford Shelby Mustang GT500

Essa verdadeira relíquia foi produzida em 1967 e tem motor 7.0 V8. Apesar da potência e da beleza, o carrão não está entre os favoritos de Hamilton, que já deu entrevistas afirmando que o Shelby "é um carro lindo, mas também um monte de sucata".

Outras paixões

O hexacampeão de Fórmula 1 também gosta de acelerar em outros terrenos. E até em duas rodas. Em suas postagens, não é incomum vê-lo fazendo malabarismos em motos que só estrelas do quilate de Hamilton têm "bala" para comprar, como a F4 LH 44 MV Agusta.

"Dirigir uma motocicleta é uma forma de arte e tenho muito respeito por todos aqueles que competem em alto nível", postou o piloto, que participou do projeto de produção das únicas 44 unidades comercializadas da superesportiva.

A máquina tem motor tetracilíndrico de 998 cm³ Corsa Corta, comando duplo de cabeçote e arrefecimento líquido. O propulsor gera torque máximo de 11,7 kgfm a 9.300 rpm e pode chegar aos 212 cavalos de potência, suficientes para não deixar o campeão com saudades de seu Fórmula 1.

Cereja do bolo

Hamilton foi o responsável por apresentar ao mundo, em 2017, o primeiro supercarro de rua da Mercedes, batizado inicialmente de Project One e, posteriormente de Mercedes-AMG One, dotado de 1.100 cavalos de potência.

Em suas redes sociais, brincou com os seguidores postando uma sequência de fotos e questionando sobre "qual a melhor cor" para enfeitar a garagem com esse superesportivo que, aparentemente ainda não se juntou às suas outras relíquias.

O carrão da montadora alemã combina a força de quatro motores elétricos com um à combustão igual ao utilizado na F-1 (1.6 V6 turbo), tem volante retangular, similar ao dos carros que disputam Le Mans, e teve somente 275 unidades produzidas.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Notícias