Topo

Garagem para revenda fecha, e homem desaparece com 15 carros de alto padrão

Local para venda de carros está fechado, e os veículos foram retirados de lá - Wagner Carvalho / Colaboração para o UOL
Local para venda de carros está fechado, e os veículos foram retirados de lá Imagem: Wagner Carvalho / Colaboração para o UOL
do UOL

Wagner Carvalho

Colaboração para o UOL, em Bauru (SP)

05/11/2019 12h15

A Polícia Civil de Bauru, cidade localizada a 340 km de São Paulo, instaurou inquérito para investigar o sumiço de ao menos 15 veículos de alto padrão que estavam em uma garagem para revenda. Segundo estimativa da polícia, o valor somado dos carros se aproxima de R$ 1,5 milhão.

Testemunhas relataram que os carros foram levados do local há uma semana, na noite de terça-feira (29 de outubro). Entre os veículos que sumiram estão Land Rover, Versa, Porsche, Fiat Toro, Astra, Corolla e Hilux.

O caso foi descoberto quando o proprietário de um veículo, deixado no local em consignação, passou em frente à garagem, na quarta-feira, e notou que ela estava fechada e com um aviso de luto na porta. Ele procurou a delegacia para registrar um boletim de ocorrência e contou aos policiais que estranhou a situação. A Polícia Civil esteve no local e verificou que o estabelecimento estava vazio e que os veículos haviam sumido.

O delegado Rogério Dantas Pereira investiga o caso como estelionato e apropriação indébita. De acordo com as apurações, o proprietário da loja buscava os veículos em sites especializados em compra e venda e oferecia taxas atrativas e valores próximos ao avaliado pela tabela Fipe.

Até agora a investigação descobriu que a loja foi aberta com os documentos de uma mulher residente em Campinas (SP). Para os policiais, é possível que essa pessoa não tenha relação com o caso e seus documentos foram usados sem seu conhecimento.

"Os dados dessa mulher foram utilizados para a abertura da empresa. Estamos no começo das investigações, vamos ouvi-la nos próximos dias para entender toda essa situação", afirmou Pereira.

Segundo o delegado, os proprietários deixavam seus veículos no local para serem comercializados. Em caso de venda, a garagem ficava com uma porcentagem da negociação.

Até o momento, um Audi é o único veículo recuperado por seu proprietário, pois possuía rastreador e foi abandonado na rua, próximo à garagem.

"Tomei conhecimento do golpe pelo noticiário"

O dono de um dos veículos conta que deixou o carro no local para venda, depois da insistência de um homem que ligou quatro vezes para o seu celular e disse que tinha um comprador vindo de Ribeirão Preto no final de semana. Ele pede para não ser identificado e afirma que seu carro está avaliado em R$ 80 mil.

"Fica o sentimento de ter sido feito de trouxa né. Anunciei meu veículo para venda em um desses sites especializados, recebi o telefonema desse homem que se identificou como sendo o dono da garagem. Ele pediu para que eu deixasse o carro lá para venda. Fui até o local para conhecer, comércio bem localizado, no centro de Bauru, não vi nada de errado. É normal deixar o veículo para venda nesses locais. Tomei conhecimento do golpe pelo noticiário", narra.

A vítima conta que já procurou a polícia para se juntar aos demais proprietários que caíram no golpe. Revela ainda que tenta retornar para o número do suposto proprietário da garagem registrado no seu celular, mas a ligação dá como numero inexistente.

"A sensação é de impotência. A expectativa de recuperar o veículo é muito pequena. Você trabalha todos os dias para ter algo de bom, mas os bandidos se superam", lamenta.

O delegado informou que alguns proprietários já procuraram a polícia para registrar o boletim de ocorrência. De acordo com informações da polícia, ao menos 10 dos veículos levados não tiveram seus proprietários identificados.

Ouça o podcast Ficha Criminal, com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil. Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Notícias