Topo

Peugeot lançará quatro carros novos no Brasil até 2023; veja quais são eles

208 será a primeira novidade; depois vem a picape, mas só em 2021 - Reprodução
208 será a primeira novidade; depois vem a picape, mas só em 2021
Imagem: Reprodução
do UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Novo 208 será 1º modelo; 2008 chega ao país apenas em 2022
  • Picape média foi desenvolvida em parceria com chinesa Changan
  • Quarta novidade pode ser crossover menor do que o 2008

A Peugeot pretende correr atrás do tempo perdido nos próximos anos. O CEO global da marca, Jean-Philippe Imparato, afirmou, inclusive, que a marca lançará um modelo inédito por ano no Brasil até 2023.

Faltou apenas revelar quais serão eles, mas aí já seria pedir demais. Mesmo assim, UOL Carros faz suas apostas a seguir.

2020: novo 208

O primeiro lançamento será o novo 208 já em 2020, mesmo ano em que o hatch começa a ser fabricado na Argentina. A fabricante ainda não confirma a produção no país vizinho, mas executivos da marca já confidenciaram a informação à imprensa latino-americana.

Enquanto isso, alguns protótipos já rodam em testes pelas estradas brasileiras com uma leve camuflagem, suficiente para despistar os mais distraídos, mas não a ponto de esconder totalmente a identidade do modelo.

Hatch é grande aposta para recuperação da marca nos próximos anos - Luiz Henrique Neves/UOL
Hatch é grande aposta para recuperação da marca nos próximos anos
Imagem: Luiz Henrique Neves/UOL

O 208 europeu também pode vir com diversas assistências de condução, incluindo controle de cruzeiro adaptativo, assistência de permanência em faixa, sistema de estacionamento autônomo, sensor de fadiga, frenagem autônoma de emergência, alerta de tráfego cruzado, limitador de velocidade e alerta de pontos cegos.

Novo 208 tem design bem arrojado, especialmente na traseira - Divulgação
Novo 208 tem design bem arrojado, especialmente na traseira
Imagem: Divulgação

As versões mais caras do 208 no Brasil devem ter o motor 1.2 turbo de 130 cv. Na Europa há ainda a motorização elétrica de 100 kW, ou aproximadamente 136 cv. O torque é de 26,5 kgfm disponíveis instantaneamente. São oferecidos três modos de condução (Eco, Normal e Sport) e dois modos de frenagem com função de regeneração de energia. A autonomia informada pela fabricante é de 450 km.

Questionado se a PSA poderia vender o 208 elétrico por aqui, Imparato surpreendeu. "Tudo depende da resposta do mercado. Se vocês pedirem, estaremos prontos", afirmou.

2021: picape média

A inédita picape média foi confirmada durante a Fenatran e é a atual menina dos olhos da PSA na América Latina. "É o único produto que falta em nossa linha de veículos utilitários", disse Imparato.

Picape Kaicene, da Changan, servirá de base para Peugeot - Divulgação
Picape Kaicene, da Changan, servirá de base para Peugeot
Imagem: Divulgação

O CEO da Peugeot afirmou que o projeto tomou como referência a Toyota Hilux. A picape foi desenvolvida em parceria com os chineses da Changan e pouco se sabe sobre ela até agora.

A fabricante já antecipou que as primeiras imagens serão reveladas em março de 2020, mas o lançamento comercial do modelo não acontecerá antes de 2021.

Projeto do utilitário usou Toyota Hilux como referência, segundo CEO da Peugeot - Divulgação
Projeto do utilitário usou Toyota Hilux como referência, segundo CEO da Peugeot
Imagem: Divulgação

A América do Sul, inclusive, será o primeiro mercado a conhecer a picape, que também será vendida na África do Sul (país onde a Peugeot tem forte presença em veículos utilitários) e alguns países da Ásia. Imparato, porém, não quis revelar qual mercado latino-americano (Brasil ou Argentina) receberá a picape primeiro.

2022: novo 2008

A Peugeot sabe que os SUVs são importantes para crescer no mercado brasileiro. Prova disso está nos recentes lançamentos de 3008 e 5008. Mesmo assim, a marca vai priorizar o 208 e a picape. Sendo assim, o novo 2008 chegará apenas em 2022.

Mini-3008: o 2008 evoluiu bastante, inclusive em design - Divulgação
Mini-3008: o 2008 evoluiu bastante, inclusive em design
Imagem: Divulgação

Recém-apresentado na Europa, o 2008 segue as linhas arrojadas do 208. O SUV cresceu muito: tem 4,30 metros, ou 14 centímetros a mais do que o anterior. A distância entre-eixos também aumentou para 2,60 metros, ampliando o espaço interno especialmente no banco de trás. As bagagens também agradecem, já que a capacidade do porta-malas subiu de 404 litros (segundo a Peugeot) para 434 litros.

Versão elétrica do SUV tem mesmo motor do e-208 - Divulgação
Versão elétrica do SUV tem mesmo motor do e-208
Imagem: Divulgação

Grande estrela da nova geração, a configuração movida a eletricidade se chama e-2008. O motor é o mesmo do e-208, alimentado por baterias de 50 kWh que entrega 136 cv e 26,5 kgfm de torque máximo, disponíveis instantaneamente.

Assim como o 208, o 2008 também será fabricado na Argentina. A produção das primeiras unidades está programada apenas para meados de 2021, com lançamento no mercado brasileiro apenas no ano seguinte.

2023: um SUV abaixo do 2008?

A quarta novidade da Peugeot para o mercado brasileiro ainda é um mistério. Porém, são grandes as chances de ser um projeto em desenvolvimento, que ainda não foi lançado nem na Europa.

Rumores apontam para um crossover a ser posicionado abaixo do 2008. Seu nome seria... 1008. A imprensa europeia já divulgou flagras de um 208 bastante modificado rodando em testes. O veículo tinha caixas de rodas alargadas e suspensão mais alta do que o normal. A plataforma deste possível novo SUV seria a mesma CMP que será amplamente aproveitada nos modelos da PSA, incluindo os novos 208 e 2008.

Notícias