Topo

Governo enviará pacto federativo na próxima semana, diz Guedes

22/10/2019 21h21

Depois da reforma da Previdência, o governo se concentrará na reforma do pacto federativo e enviará a proposta ao Congresso na próxima semana, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ele falou rapidamente com a imprensa ao deixar o Senado, onde acompanhou a divulgação do resultado da aprovação do texto principal da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reforma da Previdência, em segundo turno. 

"Agora vamos para o pacto federativo, com várias dimensões", destacou Guedes. A revisão do pacto federativo pretende dar mais dinheiro para estados e municípios, além de desvincular e desindexar o Orçamento. "Na semana que vem, vocês [jornalistas] estarão com tudo", declarou. 

Guedes se disse satisfeito com o trabalho do Congresso nos oito meses de tramitação da reforma da Previdência na Câmara e no Senado. "O sentimento é bom, é de que o Congresso fez um bom trabalho. O desempenho do Senado foi excepcional", acrescentou. Sobre a economia de R$ 800 bilhões em dez anos, o ministro disse que o impacto fiscal foi o possível

O texto-base da reforma da Previdência foi aprovado em segundo turno por 60 votos a 19. O resultado foi mais favorável que o do primeiro turno, quando a proposta tinha sido aprovada por 56 a 19. 

PEC paralela 

Sobre a PEC paralela, o ministro defendeu a aprovação da peça para reincluir os estados e os municípios nas novas regras da Previdência. "Não adianta resolver o federal [na Previdência] e estados e municípios, não", disse. Guedes disse ainda que caberá aos presidentes da Câmara e do Senado definirem o processo político da revisão do pacto federativo e das reformas tributária e administrativa, como o cronograma de votações e que Casa começará a discutir qual assunto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Notícias