Topo

Polícia e narcotraficantes travam batalha em bastião de 'El Chapo' no México

17/10/2019 22h37

Culiacán, México, 18 Out 2019 (AFP) - As forças de segurança travaram uma verdadeira batalha nesta quinta-feira (17) contra homens fortemente armados na cidade de Cualiacán, no estado de Sinaloa; bastião do chefão da droga Joaquín "Chapo" Guzmán, atualmente preso nos Estados Unidos.

Imagens de trailers queimados e homens fortemente armados circulando em caminhonetes foram gravadas por um jornalista da AFP, mas até o momento as autoridades não se manifestaram sobre o confronto.

As redes de TV Televisa e Milenio informaram que o tiroteio foi provocado pela prisão ou morte de um dos filhos de 'El Chapo', Ovidio Guzmán López, informação também não confirmada pelas autoridades.

O governo de Sinaloa pediu à população que "não saia de casa e fique atenta aos avisos oficiais sobre a evolução dos acontecimentos".

O poderoso cartel de Sinaloa está dividido entre os filhos de "El Chapo", sentenciado à prisão perpétua nos Estados Unidos, e Ismael "El Mayo" Zambada; antigo sócio do chefão do narcotráfico.

Guzmán, que foi o narcotraficante mais poderoso do planeta, fugiu em 2001 da prisão de Puente Grande, na primeira de suas fugas espetaculares.

Foi recapturado em fevereiro de 2014, mas 17 meses depois protagonizou outra fuga, desta vez de uma prisão de segurança máxima.

'El Chapo' foi preso pela terceira vez em janeiro de 2016 e no ano seguinte, extraditado para os Estados Unidos.

Ovídio, junto com seu irmão Alfredo, teria assumido a liderança de uma parte do cartel de Sinaloa, desde a extradição de seu pai para os Estados Unidos em janeiro de 2017.

Os membros do "gabinete de segurança estão reunidos e apresentarão o relatório posteriormente", disse o presidente Andrés Manuel López Obrador.

Notícias