Topo

Fortes chuvas deixam 6 mortos e quase 2 mil desabrigados em El Salvador

16/10/2019 21h12

San Salvador, 16 out (EFE).- Ao menos seis pessoas morreram em El Salvador devido às fortes chuvas que atingem todo o país e que também deixaram 1.850 desabrigados, informou nesta quarta-feira a Defesa Civil.

Segundo o diretor do órgão, Orlando Tejada, entre as vítimas está um nicaraguense, de 50 anos, que foi arrastado pelas correntezas do rio Seco no município de El Divisadero, que fica no departamento de Morazán. As demais vítimas têm idades entre 21 e 68 anos.

Tejada também afirmou que 1.850 pessoas foram obrigadas a deixar suas casas, sendo levadas para 17 albergues montados pelo governo de El Salvador em diferentes áreas do país.

As chuvas que atingem o país são geradas por dois sistemas de baixa pressão, um deles está perto da costa de El Salvador. Por esse motivo, o governo decretou alerta laranja nas cidades litorâneas e alerta amarelo nas demais regiões.

Segundo o último relatório divulgado pelo Ministério de Meio Ambiente e Recursos Naturais de El Salvador, as chuvas devem diminuir de intensidade em grande parte do país nas próximas horas. Apenas o litoral e a cordilheira vulcânica seguirão com fortes temporais.

Além disso, o órgão alertou sobre que o ciclone 17-E, que atualmente está sobre o México, pode se tornar uma depressão tropical e atingir El Salvador. Por isso, o ministério recomendou que a população tome medidas de precaução e se mantenha informada.

O governo de El Salvador também pediu a marinheiros, pescadores, surfistas e turistas que sigam as orientações da Defesa Civil e avaliem as condições meteorológicas antes de se aventurar no mar.

El Salvador está entre os 50 países mais vulneráveis à mudança climática no mundo, segundo o último Índice de Risco Climático Global elaborado em 2016 pela organização Germanwatch, com sede na Alemanha. EFE

Notícias