Topo

Rentabilidade dos bancos permaneceu em elevação, diz BC

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues

Brasília

10/10/2019 13h08

O Banco Central pontuou nesta quinta-feira, 10, por meio do Relatório de Estabilidade Financeira (REF), que a rentabilidade dos bancos "permaneceu em elevação, com perspectiva de leve arrefecimento dessa tendência". "Os aumentos da rentabilidade no primeiro semestre de 2019 foram influenciados pela retomada gradual do crescimento da carteira de crédito, com maior participação do crédito às famílias e às PMEs (Pequenas e Médias Empresas)."

Para o BC, "a solvência do sistema avançou em nível e em qualidade, aumentando ainda mais a capacidade dos bancos para suportar o ritmo de crescimento do crédito".

Empresas de grande porte

O Banco Central avaliou também que os ativos problemáticos das instituições financeiras declinaram levemente, em função da queda do risco advindo das pequenas e médias empresas e de créditos baixados para prejuízo da carteira das grandes empresas.

"Não obstante essas baixas, o risco relacionado às empresas de grande porte persiste elevado", registrou o BC.

Crédito às famílias

O Banco Central pontuou ainda que "o ritmo de crescimento do crédito às famílias é o mais elevado desde o final de 2015".

De acordo com o BC, "o avanço é favorecido pelas taxas de inflação e de juros historicamente baixas, e pelo aumento médio da confiança do consumidor nos últimos quatro anos".

Para o BC, o crédito às pessoas físicas deve continuar em ascensão, "com nível de risco pouco acima do atual, dada a estratégia dos bancos de avançarem em modalidades mais rentáveis e arriscadas". "Contudo, sem uma efetiva retomada da economia, essa estratégia pode ser alterada", acrescentou.

Mais Notícias