Topo

Jornalista russa detida no Irã retorna a Moscou

10/10/2019 06h08

Moscou, 10 Out 2019 (AFP) - A jornalista russa Yulia Yuzik, que foi detida na semana passada no Irã por supostos vínculos com o serviço de inteligência israelense, foi liberada e retornou nesta quinta-feira a Moscou.

"Após o trabalho feito pelo ministério das Relações Exteriores e a embaixada em Teerã, a parte iraniana tomou a decisão de liberar a cidadã russa Yulia Yuzik", anunciou a representação diplomática russa no Twitter.

De acordo com a embaixada, a jornalista de 38 anos "está bem e está ilesa".

A jornalista desembarcou durante a madrugada na capital russa, de acordo com a página no Facebook de Boris Boitsekhovski, que, segundo a imprensa russa, é seu ex-marido.

Em 4 de outubro, a Rússia convocou para consultas o embaixador iraniano para questionar a detenção, dois dias antes, da jornalista. O representante de Teerã afirmou que Yulia seria liberada em breve.

Yulia Yuzik já trabalhou para vários meios de comunicação e escreveu um livro sobre a tragédia da toma de reféns de Beslan em 2004.

alf/phv/jvb/fp

Notícias