Topo

Acordo do Brexit é possível em outubro, diz Irlanda após reunião "positiva" com Johnson

3.out.2019 - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson - Henry Nicholls - 3.out.2019/Reuters
3.out.2019 - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson Imagem: Henry Nicholls - 3.out.2019/Reuters

10/10/2019 16h40

Um acordo para a separação britânica da União Europeia pode ser firmado até o final de outubro para permitir que o Reino Unido saia do bloco de forma organizada, disse o primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, depois do que descreveu como uma reunião muito positiva com seu colega britânico, Boris Johnson.

Faltando só três semanas para o Reino Unido romper com o maior bloco comercial do mundo, ainda não está claro em que termos o país o fará ou mesmo se o fará de fato.

Johnson se reuniu com Varadkar em Thornton Manor, em Cheshire, nesta quinta-feira, uma última tentativa de salvar um acordo e evitar uma ruptura amarga no dia 31 de outubro ou um novo adiamento.

"Tive uma reunião muito boa com o primeiro-ministro... muito positiva e muito promissora", disse Varadkar a repórteres irlandeses. "Realmente vejo um caminho para um acordo nas próximas semanas."

"Acho que é possível chegarmos a um acordo, acertar um tratado, permitir que o Reino Unido saia da UE de uma maneira ordeira e fazê-lo até o final de outubro, mas existem... muitas coisas que não estão sob o meu controle", disse.

Em um comunicado conjunto, os dois líderes disseram que "conseguem enxergar um caminho para um possível acordo". Johnson não fez nenhum comentário adicional. A libra esterlina subiu 1,4% e chegou a 1,2382 dólar.

A Irlanda detém a chave de qualquer pacto. O país terá que consentir com qualquer solução para o maior de todos os enigmas do Brexit: como evitar que a província britânica da Irlanda do Norte se torne uma porta dos fundos para os mercados da UE sem ter controles na fronteira.

Mais Notícias