Topo

Kwid e Sandero puxam vendas e fazem Renault bater melhor marca em três anos

do UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo

04/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Fabricante emplacou quase 23 mil veículos em setembro
  • Marca teve dois modelos no top 10 do mês: Kwid foi 3º e Sandero, 10º
  • Montadora deve realizar novos investimentos no país em breve

A Renault conseguiu um feito e tanto em setembro. Com 22.951 emplacamentos no segmento de automóveis de passeio, a marca teve seu melhor desempenho mensal em vendas em quase três anos.

O bom desempenho é atribuído à dupla Kwid e Sandero. Enquanto o Kwid foi o terceiro modelo mais vendido de setembro com 8.826 unidades, o Sandero foi o 10° carro mais vendido com 5.535 emplacamentos.

O subcompacto foi o carro mais vendido da categoria de hatches de entrada, ao passo que o Sandero praticamente repetiu o resultado de agosto ao emplacar oito unidades a mais.

A marca também deve superar o número de emplacamentos de 2018, quando totalizou 214.822 unidades somando automóveis de passeio e comerciais leves. De acordo com os dados da Fenabrave, a Renault já acumula 174.532 veículos emplacados de janeiro até setembro deste ano.

Vem investimento por aí?

Animada com o bom momento, a montadora pode anunciar um novo ciclo de investimentos ainda neste ano, conforme apontou o site "Automotive Business".

O aporte daria continuidade aos R$ 3,2 bilhões aplicados no país de 2014 a 2018, período no qual a participação de mercado da Renault subiu de 7,1% para 8,7%.

A meta da fabricante é abocanhar 10% até 2022, mas isso pode ocorrer até antes do previsto, uma vez que a Renault acumula 9,02% de participação nos emplacamentos de automóveis e comerciais leves.

"Nossa intenção é continuar crescendo acima do mercado e esse crescimento ocorre com investimentos", afirmou Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil, em entrevista.

Quais são as próximas novidades?

Após lançar os repaginados Sandero e Logan, a Renault só terá novidades de peso a partir de 2020. O novo Duster já roda em testes e deve estrear no primeiro trimestre do ano que vem com um visual repaginado e lanternas quadradas no melhor estilo Jeep Renegade.

Porém, quem espera pelo novo motor 1.3 turbo vai se decepcionar. Isso porque o novo SUV virá com o mesmo 1.6 da família SCe, que entrega até 120 cv e tem opção de transmissão CVT. A motorização com turbocompressor e injeção direta de combustível deve estrear apenas no fim de 2020, e é provável que a honra caberá ao Captur.

Já o Kwid pode passar por sua primeira reestilização em breve. O novo design do modelo vendido na Índia já foi revelado e a tendência é que a repaginada do compacto brasileiro siga os mesmos passos.

Mais Notícias