Topo

Irã ordena liberação do petroleiro britânico "Stena Impero"

22/09/2019 16h07

Teerã, 22 set (EFE).- O petroleiro de bandeira britânica "Stena Impero", retido desde o mês de julho em um porto do sul do Irã, foi colocado em liberdade neste domingo e deve deixar o porto iraniano em breve, de acordo com informações da Organização de Portos e Navegação da província de Hormozgan.

"Após a emissão do veredicto da suspensão da detenção do navio-tanque britânico 'Stena Impero', o navio começará em breve a navegar a partir do porto de Bandar Abbas para águas internacionais", informou o diretor do órgão, Alahmorad Afifipur, em declarações divulgadas pela agência semioficial iraniana de notícias "Tasnim".

"Os processos legais para a saída deste petroleiro das águas iranianas estão sendo realizados", acrescentou Afifipur, esclarecendo que "segue aberto o expediente jurídico de suas violações".

O petroleiro britânico, com 23 tripulantes a bordo, foi capturado em 19 de julho pelos Guardiães da Revolução Islâmica (IRGC) no Estreito de Ormuz, quando viajava dos Emirados Árabes Unidos para a Arábia Saudita.

As autoridades iranianas acusaram o "Stena Impero" de violar as regras de navegação, algo que Londres e sua transportadora negaram na época.

A captura ocorreu duas semanas após a apreensão do petroleiro iraniano "Grace 1" pela Marinha Britânica, perto da costa de Gibraltar, sob suspeita de transportar petróleo bruto para a Síria, um país sob sanções da União Europeia.

As autoridades iranianas ameaçaram retaliar o Reino Unido pela apreensão do "Grace 1", que eles descreveram como pirataria.

O "Grace 1", agora "Adrian Darya 1", foi liberado em meados de agosto. EFE

Mais Notícias