Topo

Walmart vai deixar de vender cigarros eletrônicos nos EUA

20/09/2019 18h06

Nova York, 20 Set 2019 (AFP) - O Walmart informou nesta sexta-feira que vai deixar de vender cigarros eletrônicos em suas lojas americanas, depois de os aparelhos terem sido alvo de polêmicas e ligados a uma epidemia de doenças pulmonares.

Essa decisão entrará em vigor quando os estoques atuais terminarem, disse o maior distribuidor do mundo em um email.

"Em vista da recente complexidade e incerteza em torno da regulamentação de cigarros eletrônicos nos níveis federal, estadual e local, pararemos de vender produtos eletrônicos contendo nicotina nos sites Walmart e Sam's Club", disse um porta-voz. O Sam's Club é uma cadeia de vendas por atacado operada pelo Walmart.

A decisão do Walmart foi anunciada dois dias depois que o estado de Nova York acompanhou a medida de Michigan de proibir a comercialização de cigarros eletrônicos com sabor.

O governo Trump também anunciou em 11 de setembro que uma medida semelhante será implementada nos próximos meses a nível federal.

Os cigarros eletrônicos são a causa de uma epidemia recente de doenças pulmonares nos Estados Unidos, segundo autoridades federais de saúde.

O número total de pacientes é de 530 confirmados e prováveis e sete mortos, de acordo com os números mais recentes dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças.

jum-lo/AB/mps/yow/ll/cc

WALMART

Mais Notícias