Topo

Estudante morre esfaqueado em Nova York, e colegas gravam tudo em celulares

Carro da polícia de Nova York - Getty Images
Carro da polícia de Nova York Imagem: Getty Images
do UOL

Do UOL, em São Paulo

19/09/2019 10h11

Pouco depois do fim das aulas na Oceanside High School, em um subúrbio de Nova York (EUA), na última segunda-feira, uma briga entre dois estudantes mobilizou os colegas em um shopping próximo. A luta acabaria com Khaseen Morris morto, esfaqueado no peito.

Segundo a CNN, muitos colegas de escola de Morris e do seu assassino, Tyler Flach, observaram a briga, e até gravaram o momento em que Morris foi esfaqueado. Ninguém, no entanto, pensou em ajudá-lo após o acontecido.

O Detetive Stephen Fitzpatrick, que está encarregado do caso na Polícia do Condado de Nassau, em Nova York, disse que Flach já foi preso e oficialmente indiciado por assassinato em segundo grau, quando não há premeditação do crime.

O policial ainda confirmou que a briga entre Morris (16 anos) e Flach (18 anos) foi "por causa de uma garota, e a percepção de com quem ela iria namorar, ou sair, naquele dia".

"Esse desentendimento acabou explodindo no shopping, onde um grupo de seis a sete rapazes atacou a vítima e seus dois amigos, esfaqueando-o no peito", completou Fitzpatrick.

Entre 50 e 70 pessoas estavam próximas ao incidente quando ele aconteceu. "Essas crianças estavam lá, e não ajudaram Khaseeen. Elas preferiram fazer um vídeo deste evento. Elas preferiram gravar do que ajudá-lo", disse ainda o policial.

Mais Notícias