Topo

Descarrilamento de trem deixa 50 mortos na RD Congo

12/09/2019 09h36

Lubumbashi, RD Congo, 12 Set 2019 (AFP) - Cinquenta pessoas morreram nesta quinta-feira no descarrilamento de um trem no sudeste da República Democrática do Congo, informou o ministro da Ação Humanitária, Steve Mbikayi.

"Outra nova catástrofe. Descarrilamento às 03h00 da madrugada em Tanganica, perto da cidade de Mayibaridi. Saldo provisório: 50 mortos e vários feridos", escreveu Mbikayi no Twitter, ressaltando que há "uma reunião em curso sobre as disposições a serem adotadas".

O ministro acrescentou à AFP que pretende ir ao local do acidente na sexta-feira.

"Tratou-se de um trem de carga que partiu de Nyunzu para a estação de Nyemba. Dois vagões tombaram", declarou Victor Umba, presidente do sindicato da Companhia Ferroviária Nacional (SNCC).

"Aqueles que morreram nesse descarrilamento eram clandestinos. É impossível para a SNCC fornecer qualquer tipo de balanço. Nossa direção geral já está em Kalemie (a capital da província) para ver como levantar os vagões tombados. Parece que muitos clandestinos estão presos sob os vagões descarrilados", acrescentou esta fonte.

Testemunhas disseram à imprensa local de cerca de cem mortos.

Os descarrilamentos de trens de carga são frequentes na RDC, onde são invadidos por clandestinos por falta de outros meios de transporte.

Como todas as empresas públicas, a Companhia Ferroviária Nacional está à beira da falência.

Seu ex-diretor executivo Sylvestre Ilunga é o primeiro ministro do governo de coalizão das forças do presidente Tshisekedi e de seu antecessor Joseph Kabila.

mbb-st/dp/me/zm/mr

Mais Notícias