Topo

Índices de ações europeus alcançam máxima em 6 semanas com alívio comercial e esperanças de estímulo

11/09/2019 15h12

Por Sruthi Shankar e Medha Singh

(Reuters) - As ações europeias atingiram uma máxima em seis semanas nesta quarta-feira, apoiadas pela redução das tensões comerciais entre Estados Unidos e China e pelas esperanças de novos estímulos do Banco Central Europeu, enquanto as notícias de empresas individuais colaboraram para o clima otimista.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,76%, a 1.532 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,85%, a 390 pontos.

O índice de tecnologia da Europa ganhou 1,2%, enquanto o índice de serviços financeiros subiu 1,5%, liderado pela Bolsa de Valores de Londres.

Fabricantes de chips como a Infineon, Dialog Semiconductor, Siltronic e AMS ganharam entre 1,8% e 3% depois que a Apple apresentou três novos modelos de iPhone na terça-feira.

Todos os olhos estão agora na reunião de política monetária do BCE de quinta-feira, onde se espera uma redução nas taxas de juros e a retomada de um programa de compra de ativos em um momento em que a maior economia da zona do euro -a Alemanha- pode estar entrando em recessão.

No mais recente sinal de que as tensões comerciais com os Estados Unidos poderiam estar diminuindo, o Ministério das Finanças da China disse que 16 tipos de produtos norte-americanos serão isentos de tarifas retaliatórias adicionais que devem entrar em vigor em 17 de setembro.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,96%, a 7.338 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,74%, a 12.359 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,44%, a 5.618 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,10%, a 21.891 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,21%, a 9.059 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,22%, a 5.005 pontos.

Mais Notícias