Topo

Gangue faz pitbull arrancar pênis de homem acusado de estupro no México

do UOL

Do UOL, em São Paulo

10/09/2019 11h48

Um caso de justiça popular chocou os moradores do México. Uma gangue prendeu um homem acusado de estupro e fez um pitbull arrancar seu pênis. O caso, que foi revelado hoje (10) pelo jornal "Daily Mail", teria acontecido há cerca de um mês na Cidade do México. A reportagem teve acesso ao vídeo, mas, por serem imagens muito fortes, optou por não publica-lo.

Ainda de acordo com a publicação, cinco homens despiram, amarraram e jogaram ao chão o rapaz acusado de estupro. Então, um pitbull branco que estava junto com o grupo é incitado a atacar o homem. Não há informações sobre o estado de saúde do homem atacado. As imagens do ataque foram gravadas por um dos homens do grupo responsável pelo ataque.

De acordo com a imprensa mexicana, a gangue agiu após acusações que apontavam o homem como responsável pelo estupro de uma mulher. O vídeo ainda teria sido gravado e divulgado como uma forma de "alerta" para evitar outros ataques como esse.

A publicação ainda destaca que ataques brutais como o citado acima se tornaram mais comuns nos últimos anos após organizações criminosas "aumentarem o nível de crueldade de seus métodos de tortura".

A imprensa salienta que o número de casos de estupro está "aumentando de frequência" e que dezenas de mulheres sofrem com isso todos os dias. Em 2015, o México registrava uma taxa de 12,6 casos de estupro para cada 100 mil habitantes. No entanto, a avaliação é que o número pode ser ainda maior, já que muitos casos não são reportados.

Mais Notícias