Topo

Morning Show questiona futuro do PSDB: 'Ninguém larga a mão de ninguém'

Aécio Neves segue no PSDB - Fátima Meira/Estadão Conteúdo
Aécio Neves segue no PSDB Imagem: Fátima Meira/Estadão Conteúdo
do UOL

Rafael Prado

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/08/2019 13h49

Após a decisão da executiva nacional do PSDB de arquivar os dois pedidos de expulsão do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), o comentarista Silvio Navarro, do programa Morning Show, da Rádio Jovem Pan, não poupou palavras para criticar a votação que terminou com 30 votos a 4 para a permanência de Aécio no partido.

"O PSDB já perdeu. Mas ali não me surpreende tanto, pois eram os votos do João Doria. Desde que ele resolveu tomar o PSDB existe uma grande rejeição. Principalmente dos Tucanossauros... Essa votação foi esmagadora também por isso", disse.

A discussão da atração matinal colocou a hastag #ofuturodoPSDB entre as cinco mais comentadas do Brasil e foi amplamente debatida no programa.

Navarro também criticou o que chamou de "fato contraditório", ao lembrar que o partido de Aécio Neves condenou "da tribuna" inúmeros adversários políticos.

"Dizer que não há motivos para expulsar Aécio devido à falta de condenação é mostrar que quando é na grama do vizinho é mais fácil. Os paladinos da ética repetiram aquela frase que tanto ironizaram recentemente. É isso, ninguém larga a mão de ninguém e deixemos o Aécio lá quietinho. O PSDB agiu muito mal", afirmou o comentarista.

Aécio Neves é réu por corrupção e obstrução de justiça, acusado de receber propina no valor de R$ 2 milhões do empresário Joesley Batista, da JBS.

Mais Notícias