Topo

Irã exibe sistema de mísseis antiaéreos de fabricação própria

Sistema de mísseis Bavar 373 fabricado pelo Irã - Official President website/Handout via Reuters
Sistema de mísseis Bavar 373 fabricado pelo Irã Imagem: Official President website/Handout via Reuters

Em Teerã

22/08/2019 10h10

O Irã exibiu hoje seu novo sistema de defesa aérea fabricado no país, em um contexto de crescente tensão com os Estados Unidos.

Batizado de "Bavar-373", é, de acordo com autoridades iranianas, o primeiro sistema de mísseis antiaéreos com um alcance de mais de 200 km desenvolvido localmente.

Teerã começou a produção do Bavar após a suspensão, em 2010, da compra do sistema antiaéreo russo S-300, devido a sanções internacionais.

O novo sistema móvel terra-ar iraniano foi apresentado durante uma cerimônia em Teerã, na qual o presidente Hassan Rohani estava presente.

Rohani ordenou que o sistema seja integrado à rede de mísseis defensivos da República Islâmica, informou a agência de imprensa oficial Irna.

"O sistema de mísseis Bavar-373 é adequado para a geografia do Irã, com um alcance de mais de 200 km (...) rivaliza com sistemas russos e americanos, como o S-300 e Patriot", em particular, acrescentou a Irna.

Este sistema é "melhor que o S-300 e está próximo do S-400", disse Rohani em declarações televisionadas após a cerimônia por ocasião do "Dia da Indústria de Defesa Nacional".

Fotos publicadas pelo gabinete presidencial mostram o sistema montado na parte traseira de caminhões militares, desfilando em Teerã.

Em março de 2016, o Irã instalou sistemas de defesa aérea S-300 russos, após a conclusão, em julho de 2015 de um acordo histórico sobre o programa nuclear iraniano com as principais potências mundiais, que resultou no levantamento parcial das sanções.

Em julho, Teerã alegou ter derrubado um drone espião americano em seu espaço aéreo, o que Washington nega.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que informou o último parágrafo da matéria, Teerã não disse ter matado um espião americano, mas sim ter derrubado um drone espião americano. A informação foi corrigida.

Mais Notícias