Topo

Deputado é acusado de matar esposa com espingarda na Rússia

21/08/2019 09h32

Moscou, 21 ago (EFE).- Um deputado da região russa de Chelyabinsk (Urais) foi acusado de matar a esposa com uma espingarda durante uma discussão, informaram nesta quarta-feira fontes oficiais.

Segundo o Comitê de Instrução local, o crime ocorreu nesta madrugada em uma das casas localizadas em Lokomotivni, com cerca de 8,5 mil moradores.

"Durante uma discussão com sua esposa, o homem disparou duas vezes com uma espingarda, o que causou a morte da mulher", segundo a nota oficial.

O deputado foi detido e foi colocado à disposição da justiça. O homem enfrenta acusações por assassinato, que podem acarretar uma pena de entre seis e 15 anos de prisão.

Segundo a imprensa russa, o suposto homicida é o chefe da comissão de políticas sociais no órgão legislativo da cidade, cargo que administra com o direção de um hospital.

Diversas ONGs criticaram a Rússia pela situação das mulheres vítimas de violência machista e pediram a aprovação de uma lei que proteja suas integridade.

De acordo com as estatísticas, cerca de 14 mil mulheres morrem a cada ano neste país pelas mãos de seus companheiros, enquanto cerca de 36 mil sofrem maus tratos diariamente.

Por sua vez, os últimos dados do Serviço Federal de Estatísticas da Rússia indicam que apenas 10% dos 16 milhões de mulheres que sofrem violência machista chegam a denunciar a situação diante dos órgãos de segurança. EFE

Mais Notícias