Topo

Tesla Model 3 com 'piloto automático' ligado bate em caminhão e explode

do UOL

Do UOL

Em São Paulo (SP)

12/08/2019 11h17

Uma cena impressionante ocorreu em uma rodovia de Moscou, na Rússia. Após se envolver em uma colisão, o Tesla Model 3 pegou fogo e explodiu diversas vezes em meio ao tráfego. Os ocupantes do veículo - Alexey Tretiyakov, de 41 anos, e seus dois filhos pequenos - conseguiram escapar do carro antes que ele se incendiasse totalmente.

O homem quebrou uma perna e precisou ser hospitalizado, mas passa bem. As crianças sofreram arranhões e concussão.

Motorista diz que estava com assistente de condução semiautônoma ligado e com as mãos no volante - Reprodução
Motorista diz que estava com assistente de condução semiautônoma ligado e com as mãos no volante
Imagem: Reprodução

Segundo a polícia, o acidente aconteceu com o Autopilot, o sistema de condução semiautônoma da Tesla, ativado. O Model 3 não teria detectado um caminhão logo à frente, o que causou a batida.

Tretiyakov disse que o Autopilot estava ajustado no modo "assistente do motorista", no qual as assistências semiautônomas são ativadas parcialmente. O condutor também alega que estava com as mãos no volante no momento da batida, seguindo orientação de segurança da própria Tesla.

"Eu estava indo pela rodovia circular de Moscou na pista da esquerda a uma velocidade de 100 km/h e não notei um caminhão estacionado", falou Alexey à emisssora "REN TV".

"Meu Tesla Model 3 bateu no guincho com o lado esquerdo e pegou fogo. Eu estava segurando a direção."

Todos os ocupantes do veículo usavam cintos de segurança. O caminhão parado estava auxiliando outro veículo que havia quebrado na estrada.

Esse não é o primeiro caso de incêndio em unidades da fabricante de veículos 100% elétricos. Em abril, um Model S pegou fogo enquanto estava parado em um estacionamento na cidade de Xangai, na China. Em fevereiro, o condutor de outro Model S morreu após bater o sedã na Flórida (EUA), que acabou se incendiando após a colisão.

Quanto ao acidente em Xangai, a Tesla abriu investigações a respeito da causa do incêndio, alegando que seu carros são seguros. Há registro de outros casos nos quais veículos da empresa explodiram após batidas e seguiram em chamas mesmo horas após o acidente.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Mais Notícias