Topo

Circuncisão: 'Meu pênis é causa de dor constante'

05/08/2019 10h31

Rapaz britânico diz que gostaria de reverter o procedimento, realizado logo após seu nascimento.

Avon sente dor a cada passo que dá. Mas quando tem relações sexuais, quase não tem sensibilidade.

"As pessoas devem se informar mais antes de arruinar a vida de um recém-nascido dessa maneira", diz ele à BBC. Avon foi circuncidado logo após o nascimento e buscou ajuda médica para tentar reverter o procedimento.

"É repugnante que isso ainda aconteça hoje. Realmente é", diz o britânico, acrescentando que ficaria feliz apenas em poder andar na rua confortavelmente.

"Minha experiência de ter sido circuncidado combina transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) com desconforto físico real", explica.

Pontadas e formigamento

Na circuncisão, o prepúcio - que protege a cabeça do pênis - é removido cirurgicamente. Isso faz geralmente com que a cabeça do pênis, também chamada de glande, fique mais sensível, embora com o passar do tempo essa sensação acabe sendo reduzida.

No caso de Avon, não foi bem assim. E ele tampouco tinha essa informação.

"Só no fim da minha adolescência descobri que havia uma coisa chamada prepúcio", diz ele.

"Me fizeram um corte C1, que é o tipo mais baixo de circuncisão", explica.

"O pênis está muito exposto, não tem pele cobrindo a coroa da glande que circunda a cabeça do pênis ou a parte da pele que fica logo depois dela."

Avon descreve sua dor como "uma pontada muito incômoda ou formigamento sob a pele que sente a cada passo que dá".

"Mas quando tenho relações sexuais com alguém, simplesmente não tenho sensibilidade."

"Atualmente estou saindo com uma pessoa, mas ser circuncidado trouxe alguns problemas para nosso relacionamento."

"E isso é apenas uma parte de como alguém pode ser afetado após cortarem parte de um órgão sem o seu consentimento."

Avon acredita que o "efeito dominó psicológico" que esse procedimento pode ter não é levado em conta.

"Eu senti muita dor e lacerações na pele enquanto crescia. Percebi que isso afetava boa parte da minha vida."

Ele também diz que aos 22 anos, quando já era sexualmente ativo, foi prejudicado "pelo fato de ser completamente insensível a estímulos".

Cerca de 38% dos homens são circuncidados em todo o mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), embora no caso da América Latina a prática não seja muito difundida - e esse percentual seja bem inferior à media global.

A Nigéria e as Filipinas são os países em que mais se realiza o procedimento, com taxas superiores a 90%.

A instituição britânica 15Square, especializada na saúde dos órgão sexuais - com enfoque particular no prepúcio e na luta contra a "circuncisão desnecessária" - diz que os principais problemas que costumam estar relacionados a essa prática são desconforto contínuo e falta de sensibilidade.

Avon recorreu a um "kit reparador", que comprou pela internet.

O kit consiste em um dispositivo estranho para colocar na cabeça do pênis com o objetivo de "restaurar" o prepúcio.

Mas não surtiu efeito.

É possível inverter a circuncisão?

Avon consultou o urologista Sudhanshu Chitale - que tem uma clínica particular em Londres e mais de 20 anos de experiência - para ver se era possível reverter sua circuncisão e se poderia recuperar a sensibilidade.

"As circuncisões neonatais são feitas de maneira muito diferente. Às vezes, é radical e remove praticamente toda a pele do prepúcio", explica Chitale.

"Quem passou por uma circuncisão neonatal raramente sente falta do prepúcio porque não conhece nenhuma outra sensação. Mas se você perder (o prepúcio) na adolescência ou na idade adulta, é mais provável que sinta."

No entanto, apesar de ter sido circuncidado no nascimento, Avon sente desconforto.

Após examiná-lo, a conclusão do médico foi a seguinte:

"A falta de sensibilidade na glande, infelizmente, é muito difícil de recuperar".

Chitale também o desaconselhou a usar o dispositivo comprado na internet, que não foi desenvolvido por cientistas "e tampouco foi comprovado que funciona".

"Você pode continuar usando se quiser, mas não há muito o que possa fazer."

Além disso, o médico disse que, no caso dele, qualquer intervenção permitiria ganhar apenas alguns milímetros de pele que não aliviariam seu problema.

"A glande é hipersensível, bastante delicada, e tem o prepúcio como um gorro. Depois, a camada que a cobre endurece tanto quanto o resto da pele, por isso que a hipersensibilidade inicial é neutralizada, e logo volta à sensação normal", explicou o urologista.

"Mas nunca vai ser equivalente à sensibilidade do prepúcio porque ele tem um propósito especial."


Quais são os benefícios médicos da circuncisão?

- Menos risco de contágio de HIV, vírus causador da Aids.

- Menos chance de contrair doenças sexualmente transmissíveis.

- Menos risco de infecções do trato urinário e câncer de pênis (ambos são raros).

Quais são os riscos?

- Hemorragia e infecção.

- Dor.

Qual a recomendação?

A Academia Americana de Pediatria não recomenda circuncisões rotineiras. Mas, dados seus possíveis benefícios, afirma que os pais devem ter a opção de circuncidar seus filhos, se quiserem.

Também recomenda que os pais conversem com um médico sobre a circuncisão. Eles devem tomar essa decisão levando em consideração os benefícios, riscos e suas crenças religiosas, culturais e pessoais.

Fonte: Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos.

Esta reportagem é baseada em um vídeo produzido, filmado e editado por Shane Fennelly e Tom Beal, da BBC News.


Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=4xcZQ9ufxfk

https://www.youtube.com/watch?v=OfzC36k1gjo

https://www.youtube.com/watch?v=upkhZui15nk

Mais Notícias