Topo

Economia lidera post de deputados; senadores preferem segurança, diz estudo

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Plenário da Câmara durante a votação da reforma da Previdência, tema entre os mais comentados pelos parlamentares nas redes sociais segundo estudo do Torabit Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
do UOL

Carlos Madeiro

Colaboração para o UOL, em Maceió

2019-07-12T04:00:00

12/07/2019 04h00

O tema economia foi o mais comentado por deputados federais nas suas redes sociais, enquanto segurança pública foi o preferido dos senadores no mês de junho. Os dados fazem parte de um levantamento feito pela plataforma de monitoramento digital Torabit e fornecidos com exclusividade ao UOL.

Em junho, entre os 513 deputados, foram 75.828 postagens em todas as redes (Facebook, Twitter, Instagram e YouTube). Economia liderou o ranking, com 9.275 postagens.

Já entre os 81 senadores, foram 10.228 postagens, sendo 1.146 sobre segurança.

Um tema que teve uma média similar de mensagens entre senadores e deputados foi a Operação Lava Jato. Ambos ficaram na segunda posição de publicações, com 9.069 menções dos deputados e 881 dos senadores.

Segundo o estudo, os senadores postaram muito sobre operação nos dias 11, subsequente ao vazamento da troca de mensagens entre o ex-juiz e ministro Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, e 19 de junho, data em que Moro foi ao Senado responder a perguntas sobre as conversas.

Uma curiosidade é que deputados e senadores preferem diferentes redes sociais. Enquanto entre os deputados 43% das mensagens foram no Twitter, os senadores usaram mais o Facebook: 46% do total de postagens.

Segundo o levantamento, o deputado mais ativo de junho foi Paulo Pimenta (PT-RS), com 2.036 posts no mês, seguido de José Guimarães (PT-CE) e Margarida Salomão (PT-MG).

No Senado, quem mais postou foi Alvaro Dias (Podemos-PR), com 1.244 publicações, seguido de Humberto Costa (PT-PE) e Major Olimpio (PSL-SP).

Entre todos os perfis de parlamentares, a rede com maior quantidade de seguidores é o Facebook de Marco Feliciano (PSC-SP): com 4,3 milhões de pessoas.

Divisão na reforma da Previdência

O levantamento apresenta um recorte detalhado sobre as postagens referentes à reforma da Previdência, que foi alvo de 6.388 comentários dos deputados, sendo 2.393 a favor da nova proposta e 1.135 contrários (os demais foram classificados como neutros).

Já entre os senadores --lembrando que a discussão ainda não foi analisada pela Casa-- foram apenas 363 publicações (129 a favor x 69 contra). O tema foi apenas o nono mais comentado entre os senadores, enquanto ficou em quarto lugar entre os deputados.

"O nível de apoio é semelhante. Somente 18% dos comentários dos deputados são contrários ao projeto, enquanto nos senadores os comentários negativos são 19%", destaca o estudo.

Comparando os comentários a favor e contra, não há uma diferença muito grande com relação ao resultado da votação do primeiro turno do texto-base na Câmara, na quarta-feira (10). No plenário, foram 131 votos contra a reforma (25% do total).

A deputada Margarida Salomão e o senador Alvaro Dias foram os parlamentares de cada Casa que mais postaram sobre a reforma da Previdência.

Temas mais comentados entre deputados:

  1. Economia
  2. Lava Jato
  3. Segurança
  4. Reforma da Previdência
  5. Educação

Temas mais comentados entre senadores:

  1. Segurança
  2. Lava Jato
  3. Economia
  4. Educação
  5. Saúde

Deputados aprovam texto principal da reforma da Previdência em 1º turno

UOL Notícias

Mais Notícias