Topo

Federação de Automobilismo dá aval para Formula E no Brasil

2019-06-20T15:00:00

20/06/2019 15h00

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, conseguiu o aval para que o Brasil receba uma etapa do circuito mundial da Fórmula E, categoria disputada por carros elétricos de alta performance e organizada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) desde 2014.

A autorização foi obtida durante encontro do ministro com o presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt, nesta quarta-feira (19), em Paris. Segundo informação do Ministério do Turismo, Todt considera a possibilidade de a prova ocorrer no país ainda neste ano.

A Formula E serve como um "laboratório" para que as empresas desenvolvam veículos sustentáveis e seguros para o consumidor final. Atualmente são 14 os circuitos desta modalidade.

As provas, de cerca de uma hora, são disputadas em circuito de rua. No Brasil, a competição poderá ocorrer no Rio de Janeiro, em Brasília ou em Belo Horizonte. As três capitais já apresentaram propostas para sediar o evento.

No Rio de Janeiro, as opções são o complexo do Maracanã, com parte da corrida percorrendo inclusive o gramado do estádio, e a Marina da Glória. Em Belo Horizonte, a proposta é de a corrida acontecer na Pampulha, nos arredores do Mineirão. O Ministério do Turismo não informou onde a prova ocorreria em Brasília.

Na presença do ministro, Todt ligou para o ex-piloto de Fórmula-1 Felipe Massa, um dos organizadores da modalidade, que ficou de se encontrar com Marcelo Álvaro Antônio em agosto para definir detalhes da prova.

Para o ministro, ter a Formula E no Brasil é um indicativo de que o governo federal tem interesse em inovação e em sustentabilidade. Além disso, é um evento que tem alto poder de atratividade turística e retorno financeiro para o país, destacou o ministro.

Mais Notícias