Topo

Déficit em produtos químicos soma US$ 11,7 bi no ano até maio, diz Abiquim

Fabiana Holtz

São Paulo

2019-06-18T13:02:00

18/06/2019 13h02

O déficit na balança comercial de produtos químicos atingiu US$ 11,7 bilhões no acumulado dos cinco primeiros meses do ano, resultado de US$ 17 bilhões em importações e de US$ 5,3 bilhões em exportações, de acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim). O desempenho aponta alta de 15,1% no déficit em relação ao reportado em igual período do ano anterior.

Em 12 meses (junho de 2018 a maio de 2019), o déficit soma US$ 31,2 bilhões, mesmo valor de 2014 e bem próximo aos níveis recordes para o indicador, de US$ 32 bilhões, em 2013, e de US$ 31,2 bilhões, em 2014.

De janeiro a maio, os produtos químicos responderam por 24% do total de US$ 70,7 bilhões em importações e 5,7% dos US$ 95,8 bilhões em exportações realizadas pelo País.

Em volume, no período as importações de químicos movimentaram 16,8 milhões de toneladas, alta de 16% ante igual período do ano anterior, enquanto as exportações atingiram 5,4 milhões de toneladas, em queda de 5,4% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Em nota, a diretora de Assuntos de Comércio Exterior da Abiquim, Denise Mazzaro Naranjo, ressalta que o segundo semestre de 2019 terá um papel central no processo de "inserção comercial responsável" e na agenda de competitividade.

Mais Notícias