Topo

Presidente da Romênia nega planos de transferir embaixada para Jerusalém

2019-03-24T17:21:00

24/03/2019 17h21

Viena, 24 fev (EFE).- O presidente da Romênia, Klaus Iohannis, negou taxativamente neste domingo que o seu governo tenha planejado transferir a embaixada em Israel, atualmente localizada em Tel Aviv, para Jerusalém e criticou duramente o anúncio da intenção de mudança feito pela primeira-ministra, Viorica Dancila.

Iohannis considera que "as declarações da primeira-ministra, Viorica Dancila, realizadas hoje a respeito de transferir a embaixada romena para Jerusalém, mostram mais uma vez a sua total ignorância no campo da política externa", afirmou o governante em comunicado divulgado pela presidência.

O comunicado não esclarece a opinião de Iohannis a respeito de transferir a embaixada no futuro, indica apenas que "a posição do presidente da Romênia foi expressada reiteradamente e não se repetirá agora".

A nota ressalta que "a decisão final pertence ao presidente da Romênia, que é, segundo a Constituição, quem toma as decisões na política externa" do país.

"A decisão de transferir a embaixada da Romênia de Tel Aviv para Jerusalém só será tomada uma vez concluída a análise atual e só com a assessoria de todas as instituições responsáveis no campo da política externa e a segurança nacional", acrescenta o comunicado.

O texto termina pedindo "responsabilidade" a Dancila, que "parece ter pressa para fazer anúncios públicos antes que as decisões sejam tomadas".

Viorica Dancila, primeira-ministra pelo Partido Social-Democrata (PSD) desde janeiro de 2018, e Klaus Iohannis, presidente desde 2014 e procedente do Partido Nacional Liberal (PNL), são rivais políticos e frequentemente expressam posições divergentes. EFE

Mais Notícias