Topo

Quer gravar as ligações que faz no celular? Veja como fazer

Getty Images/iStockphoto
No Android, é mais conseguir gravar uma ligação, mas há um jeitinho para resolver no iPhone Imagem: Getty Images/iStockphoto
do UOL

Rodrigo Lara

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-03-23T04:00:00

23/03/2019 04h00

Imagine que você está no meio de uma ligação telefônica importante e não tem onde anotar informações. Sua vida seria muito mais simples se você, ao desligar, tivesse acesso à gravação de todo o contato telefônico, certo?

É possível gravar todas as ligações que você faz utilizando seu smartphone Android. Ainda que a função não esteja disponível de forma nativa nesses aparelhos, há vários apps competentes que realizam bem essa função.

Antes de falarmos sobre eles, no entanto, convém tratarmos das possíveis implicações legais decorrentes da gravação de conversas telefônicas. Conforme explica o advogado especializado em direito civil, Pedro Kurbhi, não há problemas em gravar uma ligação telefônica desde que a pessoa que está gravando seja um dos participantes da conversa. Neste caso, diz ele, os tribunais entendem que não há necessidade de avisar que ela está sendo gravada.

Mas o aviso é necessário, por exemplo, no contato entre canais de atendimento de empresas e seus clientes. Vale ressaltar que esse tipo de gravação é totalmente diferente de quando uma ligação é interceptada e gravada por uma pessoa alheia à conversa. Neste caso, é preciso uma autorização judicial para que isso não se configure como um crime.

Como gravar?

Dito isso, é hora de testar. Baixe o app Cube Call Recorder, que na versão gratuita grava ligações telefônicas e, em alguns aparelhos (confira a lista completa aqui), ligações feitas por WhatsApp e Skype.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Uma vez instalado - o app pede algumas permissões para funcionar corretamente - é possível configurar diversas opções no menu principal. Entre elas está a possibilidade de gravar automaticamente as chamadas e definir quais números serão ou não gravados.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Caso o modo de gravação automática esteja selecionado, não será preciso qualquer ação para que as ligações sejam gravadas. Uma vez que elas forem completadas, é possível acessá-las na tela principal do app

O app ainda conta com uma versão paga, que permite salvar os arquivos de áudio em MP4, backup automático dos arquivos na nuvem, salvar arquivos no cartão SD do celular e realizar marcações no arquivo de áudio ao se balançar o telefone enquanto ocorre a gravação. Para ter acesso a essas funções, é cobrada uma assinatura trimestral.

E no iPhone?

Caso você possua um iPhone, a situação é um pouco mais complicada. Primeiramente, não há qualquer app que faça esse serviço gratuitamente. A situação é ainda pior na App Store brasileira, onde não há opções bem avaliadas de aplicativos do tipo.

Uma opção para quem tem acesso à App Store dos Estados Unidos é o Call Recorder Pro.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Para usar esse app, no entanto, é preciso pagar US$ 9,99 (cerca de R$ 38), o que dá direito a 300 créditos - cada crédito corresponde a um minuto de gravação. O funcionamento também é diferente: quando o aplicativo é acionado, ele inicia uma teleconferência para gravar a ligação.

Outra opção para donos de iPhone é ativar o gravador de voz nativo do aparelho e colocar a chamada em viva-voz:

Comece a ligação > Coloque no viva-voz > Abra o app de Gravação > Clique em gravar

É uma solução paliativa, já que exige que você esteja em um local silencioso. Ainda assim, é melhor do que nada.

Mais Notícias